Eleição no Vasco: marcado na sexta à noite, pleito tem fila em São Januário; anistiados votarão na urna 8

A eleição que apontará o presidente do Vasco no triênio 2021/2023, cujo começo estava previsto para as 9h, foi oficialmente iniciada às 9h55, quando o primeiro voto foi depositado em uma das urnas em São Januário.

Longa fila se formou a partir de 8h40. Dentro do ginásio, candidatos e o presidente da Assembleia Geral, Faués Mussa, conversavam antes de o pleito ser oficializado. Antes excluídos do processo eleitoral, sócios anistiados, que tiveram seu direito de votar assegurado por decisão judicial, votarão numa urna à parte. Trata-se da urna 8 (veja na imagem abaixo).

Sócios anistiados do Vasco votarão na urna 8 em São Januário — Foto: Marcelo Baltar

O pleito está previsto para ser realizado entre 9h e 22h deste sábado. As imagens mostram que o distanciamento solicitado pelas autoridades não foi respeitado nas filas e que alguns eleitores não usavam máscaras

Vale destacar que a eleição foi marcada em cima da hora. O presidente da Assembleia Geral, Faués Cherene Jassus, o Mussa, tinha uma liminar a seu favor que marcava o pleito para o próximo dia 14 e que determinava que este seria realizado unicamente via internet. Na noite de sexta-feira, porém, o panorama foi alterado por decisão do desembargador Camilo Ruliére, que derrubou a liminar de Mussa e remarcou a votação, exclusivamente presencial, para este sábado, em São Januário.

Fila nas eleições do Vasco em São Januário — Foto: Ronald Lincoln Jr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: