25 de julho de 2024

TV Prefeito

Portal de notícias dos municípios com videos e entrevistas. Cobertura diária das cidades das regiões: Metropolitana, Serrana, Lagos, Norte, Noroeste, Médio Paraíba e Centro Sul do estado do Rio de Janeiro. O melhor da notícia está aqui.

Echoenergia e Fiocruz firmam contrato para fornecimento de energia renovável

 

 

A Echoenergia, plataforma de geração e comercialização do Grupo Equatorial, e a Fiocruz firmaram um contrato público para o fornecimento de energia renovável por meio do mercado livre de energia. Ao todo, dez unidades da Fundação, em cinco estados (Rio de Janeiro, Bahia, Ceará, Amazonas e Minas Gerais), mais o Distrito Federal, serão abastecidas com energia elétrica proveniente das usinas da Echoenergia.

 

A Fundação é o primeiro órgão público federal com um grande porte de consumo, devido aos seus diversos campi, a migrar para o mercado livre de energia. As principais vantagens desse projeto são a redução de custos em grande escala e, principalmente, alinhamento das ações da administração pública com compromissos socioambientais.

 

“Adotaremos energia 100% renovável, com fonte rastreável, em dez unidades da nossa instituição. Trata-se de um caminho irreversível na busca de uma matriz energética condizente com nossa preocupação com o meio ambiente. Além de promovermos uma gestão ambientalmente mais responsável, esta iniciativa proporcionará uma economia superior a 60 milhões de reais anuais, o que significa mais recursos para nossas atividades finalísticas”, destaca Mario Moreira, presidente da Fiocruz.

 

Além da economia gerada pelo fornecimento aproximado de 320 GWh de energia renovável até dezembro de 2025, 48 mil toneladas de dióxido de carbono (CO2) deixarão de ser emitidos por ano ao meio ambiente. “A Echoenergia está comprometida em levar energia econômica e renovável para empresas e instituições em todo o Brasil. Estamos muito honrados pela parceria com a Fiocruz. Trata-se de um cliente estratégico para o nosso portfólio, pela sua natureza institucional, e uma referência da mais alta importância em todo o país, quando o assunto é ciência em prol da saúde”, afirma Hélio Rafael, diretor de Vendas da Echoenergia.

 

A iniciativa se tornou uma estratégia planejada da instituição para economizar na fatura de energia elétrica dos seus campi, de maneira simples e sustentável. Além disso, o uso de energia renovável está alinhado diretamente aos compromissos institucionais da Fundação perante a sociedade e ao meio ambiente, aos objetivos de desenvolvimento sustentável da Agenda 2030 e do plano de logística sustentável do Governo Federal. O contrato inclui ainda a emissão de certificados I-RECs, que garantem a rastreabilidade renovável de todo o volume de energia consumido durante a vigência do contrato.

 

“É com grande satisfação que anunciamos a migração de nosso modelo de compra de energia para o mercado livre. Essa é uma iniciativa que reafirma o nosso compromisso com a inovação e a sustentabilidade. Este projeto é um marco inovador por diversas razões, mas principalmente na demonstração que a Administração Pública tem rompido paradigmas adotando soluções modernas e eficientes. Esta é uma nova era para a nossa instituição com energia 100% renovável, rastreável e com resultados econômicos expressivos. Temos uma potente expressão de uso racional do recurso público, onde a eficiência energética, a inovação e a responsabilidade ambiental caminham lado a lado. Superamos todos os desafios desse projeto com determinação e competência”, ressalta Ana Beatriz Alves Cuzzatti, coordenadora-geral de infraestrutura da Fiocruz.

 

A transição demonstra ainda o compromisso da Fundação com a inovação e a adaptação às mudanças do mercado. “Estamos entusiasmados com esse passo significativo em direção a um futuro mais sustentável e eficiente em termos energéticos. Garantimos uma fonte de energia mais confiável e econômica para nossas operações, mas também reafirmando nosso compromisso com a redução das emissões de carbono e a proteção do meio ambiente”, ressalta o coordenador do projeto na Fiocruz, Bruno Amorim.

 

Mercado Livre de Energia

O Mercado Livre de Energia é um ambiente que permite que clientes negociem diretamente a compra da sua energia com geradores e permaneçam com a distribuidora local, como prestadora do serviço de distribuição e entrega física da energia. Uma das principais vantagens é a redução de custos, que pode chegar até 40% da conta de energia elétrica além dos impactos diretos relacionados à sustentabilidade que cada vez mais é relevante para todas as empresas brasileiras.

 

Echoenergia

A Echoenergia é referência no desenvolvimento, na implementação e na operação de projetos de geração de energia a partir de fontes renováveis. Somando cerca de 1.8GW de capacidade operacional, a Echoenergia poderia levar energia para mais de 3.6 milhões de residências. Desde 2022, a empresa faz parte do Grupo Equatorial Energia, primeira multi-utilities do país, que atua nas áreas de geração, transmissão e distribuição de energia, além de telecom, serviços e saneamento.

 

Sobre o Grupo Equatorial

 

O Grupo Equatorial Energia é uma empresa brasileira que se consolidou no cenário nacional como uma holding de empresas de alta performance e grandes resultados. A Equatorial Energia é hoje o 3º maior grupo de distribuição do país em número de clientes.

 

A companhia avançou na consolidação do setor de distribuição de energia no Brasil e, atualmente, atua em sete concessionárias, nos estados do Maranhão, Pará, Piauí, Alagoas, Rio Grande do Sul, Amapá e Goiás, atendendo cerca de 13 milh­ões de clientes nessas regiões, fazendo-se presente em 31% do território nacional, atendendo 15% do total de consumidores brasileiros e respondendo por 13% do mercado de distribuição de energia elétrica do país.

 

O Grupo Equatorial Energia também atua nos setores de Transmissão, Serviços, Telecom, Comercialização, Geração Distribuída e Saneamento, se tornando a primeira empresa multi-utilities do país, além de ter adquirido 100% das ações da Echoenergia S.A., iniciando capítulo no setor de Renováveis e tornando-se, efetivamente, um player de atuação integrada no segmento de energia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *