Duas semanas depois do Dia das Mães, média móvel de casos de covid sobe 6%

O aumento na média de casos de covid-19 depois de datas comemorativas desacelerou em relação às celebrações do início do ano. A média móvel de 7 dias no Dia das Mães de 2021 era de 61.411 casos. No domingo (23.mai.2021), 14 dias depois da data, a média foi de 65.112. Houve alta de 6%.

O aumento de casos 14 dias depois do Ano Novo de 2021 foi de 51%. No Carnaval, 21%, e na Páscoa, 2%.

A curva matiza eventuais variações abruptas, sobretudo nos fins de semana, quando há menos casos relatados. Isso porque nesses dias há menos funcionários nas secretarias estaduais de Saúde para reportar e, no Ministério da Saúde, para compilar os dados.

O país viveu forte aumento das contaminações em março de 2021. A média móvel atingiu o ápice de 77.129 em 27 de março.

No início de abril o indicador começou a diminuir, chegando a 56.533 em 26 de abril –a menor média desde 2 de março de 2021 (55.643).

A média voltou a aumentar em maio e causa preocupação com uma nova onda. No domingo (23.mai), estava em 65.112. É difícil saber neste momento o que acontecerá nas próximas semanas, mas é possível constatar que a nova alta brusca de casos depois de um feriado não se confirmou após o Dia das Mães nem da Páscoa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: