Dono de haras executado em Santa Cruz, no Rio, já foi investigado por contravenção em SP; veja quem é

O empresário que morreu após ser baleado e capotar o carro em Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio, nesta quinta-feira (18), já foi investigado por contravenção.

TV Globo apurou que Fábio Ortega, de 72 anos, era conhecido como Travolta no jogo do bicho e atuava longe do Rio, no Brás e no Bexiga, na região central da capital paulista. A polícia investiga se a contravenção tem relação com a morte dele.

Fábio era dono do Haras Fortega, que fica em Santa Cruz. Uma das especialidades dos leilões é o cavalo de raça mangalarga marchador. Ele também administrava um clube conhecido no bairro, o Splash Park Fazendinha.

Em sua rede social, se definia como empreendedor, criador e expositor.

Rajada de tiros

No fim da manhã, ele passava de carro pela Avenida Padre Guilherme Decaminada, em Jesuítas, Santa Cruz.

Testemunhas contam que bandidos se aproximaram e dispararam uma rajada de tiros. Fábio Ortega perdeu o controle do carro, causando um acidente. Ele morreu no local.

Carro capotado após ataque em Santa Cruz — Foto: Reprodução

Antes de capotar e parar, o motorista bateu em outros dois carros. Um deles foi parar no meio da rua e ficou com a parte da frente destruída. Com o impacto no poste, o transformador caiu e alguns comércios da região ficaram sem energia.

Policiais da Delegacia de Homicídios da Capital fizeram a perícia durante tarde.

A execução aconteceu a cerca de 7 km da Rua do Império, onde o sargento da Corregedoria da Polícia Militar, Harlei Medeiros de Paiva, de 41 anos, morreu nesta quarta-feira (17). Ele participava de uma ação contra uma milícia, que terminou em troca de tiros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *