Dominguinhos do Estácio pode virar nome de rua no bairro em que nasceu no Rio com projeto de lei

Morre no Rio o sambista Dominguinhos do Estácio - TV e Lazer - Extra Online

Nesta última segunda-feira, dia da morte de Dominguinhos do Estácio, o presidente da Câmara dos Vereadores, Carlo Caiado, protocolou um projeto de lei para mudar o nome de alguma rua do bairro do Estácio, homenageando o sambista.

No entanto, ainda não foi definida a rua que ganharia o nome do cantor e compositor de escolas como Viradouro, Imperatriz e Estácio de Sá. A publicação está prevista para ser feita nesta terça, mas não há data definida para votação pelo plenário.

Dominguinhos tinha 79 anos (iria completar 80 em agosto), e estava internado desde o dia 11 de maio, no Hospital Azevedo Lima, em Niterói. O sambista faleceu vítima de uma hemorragia cerebral. Depois da notícia de sua morte, vários nomes do samba prestaram a sua homenagem ao cantor, como Neguinho da Beija-Flor, Zeca Pagodinho, Milton Cunha e Viviane Araújo.

— O Dominguinhos foi um inesquecível intérprete. Ele tinha um registro vocal potente. Ele respirava as notas de uma forma muito pessoal. Esteve em clássicos da Sapucaí. Ele junta um carisma pessoal com uma carreira de muito sucesso e entra neste panteão de deuses sapucaianos. Ele está neste Olimpo. Bravo, Dominguinhos! — resume Milton Cunha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: