Disputa sobre vacina derruba primeiro-ministro da Eslováquia

O primeiro-ministro da EslováquiaIgor Matovic, renunciou ao cargo nesta terça-feira (30) após uma crise gerada pela negociação de 2 milhões de doses da vacinas Sputnik V fabricadas na Rússia.

Matovic defendia a compra do imunizante russo para tentar por fim à curva de casos e mortes no país: apesar de iniciarem uma trajetória de queda, os números diários do coronavírus na Eslováquia ainda estão altos.

A chegada das doses, no início de março, abriu uma cisão dentro do próprio governo eslovaco. O ex-ministro das Relações Exteriores Ivan Korcok descreveu a vacina como uma “ferramenta de guerra híbrida” da Rússia.

A situação política, então, se agravou. De acordo com uma pesquisa de 21 de março, mais de 80% dos eslovacos queriam a renúncia de Matovic.

“Perdoem todas as minhas falhas cometidas neste ano [no poder]”, pediu o premiê ao anunciar renúncia.

Eduard Heger recebe da presidente Zuzana Caputova designação oficial para assumir o cargo de primeiro-ministro da Eslováquia nesta terça (30) — Foto: Vladimir Simicek/AFP

A presidente Zuzana Caputova designou o ministro das Finanças, Eduard Heger, para sucedê-lo durante uma cerimônia na capital Bratislava, com a participação dos três políticos, transmitida ao vivo pela televisão eslovaca.

Heger, de 44 anos, é um ex-economista e empresário conhecido pelo seu pragmatismo. Membro do mesmo partido político que Matovic, OLaNO, assumiu como ministro das Finanças em março de 2020.

Igor Matovic durante anúncio formal nesta terça-feira (30) do pedido de renúncia ao cargo de primeiro-ministro da Eslováquia,  — Foto: Vladimir Simicek/AFP

Sputnik V e a União Europeia

Que vacina é essa? Sputnik V

A Eslováquia pertence à União Europeia, e as agências do bloco ainda não aprovaram a Sputnik V — alguns países, porém, têm feito acordos bilaterais com a Rússia para a compra da vacina.

Segundo dados publicados na revista “The Lancet”, a Sputnik V é segura e tem mais de 91% de eficácia.

Desde o início da pandemia, a Eslováquia registrou quase 360 mil casos de Covid-19. A doença deixou 9.624 mortos. O país tem cerca de 5,4 milhões de habitantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: