Diretor da PF já foi comunicado por novo ministro que será trocado

O secretário de Segurança Pública do DF, Anderson Torres

O diretor-geral da Polícia Federal, Rolando de Souza, foi comunicado pelo novo ministro da Justiça, Anderson Torres, que será substituído no posto. A conversa entre os dois aconteceu ontem, quando Torres disse a Souza que precisaria do cargo.

Na cúpula da PF já era esperada a mudança, mas delegados acreditavam que qualquer alteração aconteceria mais para frente. O presidente Jair Bolsonaro deu o aval para que Anderson Torres nomeie um novo chefe para a corporação.

Segundo pessoas próximas a Torres, ele afirmou que o escolhido tem um perfil técnico e é uma indicação dele próprio. Com a mudança, o atual diretor-geral, Rolando de Souza, permanecerá menos de um ano no posto.

Entre os nomes que aparecem na bolsa de apostas da Polícia Federal para ocupar o cargo de diretor-geral estão Alessandro Moretti, que foi adjunto da Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal na gestão Anderson Torres, o atual superintendente da PF no DF, Márcio Nunes de Oliveira, o superintendente da PF em Minas Gerais, Cairo Duarte, e o diretor do Detran do Paraná, Wagner Mesquita. Todos são próximos ao novo ministro da Justiça, que também é delegado da corporação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: