Dia Mundial da Água já mobiliza Mesquita na prevenção de desastres

Em 22 de março, será comemorado o Dia Mundial da Água. Pensando nisso, a Secretaria Municipal de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos  já planeja ações de limpeza e de conscientização em regiões próximas aos rios e canais de Mesquita. A ideia é fazer um trabalho de prevenção às consequências das chuvas intensas na cidade, mas mobilizando também a sociedade civil. Para isso, nesta quarta-feira, dia 10 de fevereiro, profissionais do Meio Ambiente e Urbanismo e da Defesa Civil se juntaram para mapear pontos críticos de acúmulo de resíduos sólidos próximos a alguns rios e canais da cidade.

Infelizmente, ainda há pessoas que descartam de maneira irregular materiais sólidos próximos a rios e canais. Temos vários problemas com esse tipo de crime, mas dois são extremamente preocupantes: o assoreamento dos rios e a proliferação de vetores nesses locais, como ratos e mosquitos aedes aegypti. Não adianta a prefeitura limpar se não houver uma conscientização da sociedade civil sobre as consequências que esse descarte irregular pode trazer”, alerta Rholmer Louzada Junior, secretário municipal de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos.

A ação faz parte do projeto “Águas de Mesquita”, que já acontece há três anos em Mesquita. Em 2021, porém, em função da pandemia do novo coronavírus, algumas medidas precisam ser adaptadas. A ideia é integrar projetos como o Jardins Urbanos, que leva plantas e arborização para embelezar e, ao mesmo tempo, espaços que costumam ser utilizados como depósito de lixo irregular por moradores. E também a Coleta Seletiva, que poderia recolher, diretamente na residência desses mesquitenses, resíduos recicláveis, evitando danos à cidade e ainda gerando renda aos catadores.

Por enquanto, estamos identificando esses pontos. A partir do mapeamento, vamos planejar ações de limpeza e também de conscientização para, assim, contar com a própria população nessa luta para impedir que crimes ambientais sejam praticados em Mesquita”, explica Rosaura Pereira Clem, educadora ambiental da Secretaria Municipal de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos de Mesquita.

Nesse primeiro dia de identificação de pontos vulneráveis ao descarte irregular de resíduos, as equipes passaram pela Coreia, Santo Elias, Cruzeiro do Sul, Vila Emil e Jacutinga. “Verificamos áreas nas margens do Rio Dona Eugênia, do Canal da Rua Natália e do Rio da Prata. Mas ainda vamos percorrer outras áreas da cidade”, avisa Marlon Araújo, subcoordenador da Defesa Civil de Mesquita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: