fbpx

Dia da Consciência Negra é celebrado com música, capoeira e dança em Japeri

O Dia da Consciência Negra foi comemorado com muita animação e conhecimento em Japeri, neste sábado (20). Com uma programação recheada de atividades, o evento que recorda a morte de Zumbi dos Palmares, contou com roda de capoeira, palestras, música ao vivo, aula de zumba, apresentações de artistas locais e exposição da cultura alimentar do município. A Prefeita da cidade, Drª Fernanda Ontiveros, e diversos secretários municipais participaram da iniciativa.  

As atividades se iniciaram bem cedo com a realização de uma Missa Ecumênica na Paróquia Senhor do Bonfim, em Engenheiro Pedreira. Em seguida, diversas atividades lideradas pela Pastoral Afro-Brasileira da Igreja Católica foram realizadas no espaço de convivência, entre elas: oficinas de artesanato, produção de touca, penteados e laços

Além disso, outros serviços como inscrição no Programa Auxílio Brasil, isenção de documentos e atendimento com assistente social e psicólogo, vacinação contra a covid-19, aferição de pressão e glicose foram ofertados pela prefeitura à população.

Quem aproveitou a ação foi a moradora do bairro Alecrim, Elaine da Conceição (48). A dona de casa realizou o recadastramento do Cadastro Único e garantiu a isenção de documentos. “Estou muito feliz com essa ação. Achei muito rápido e fácil e estão todos de parabéns por este evento. Que isso possa ser feito sempre, inclusive o debate sobre a população negra”, ressaltou.

RESGATE DA CULTURA AFRO

Presente no evento, a prefeita de Japeri, Doutora Fernanda Ontiveros, falou sobre a preservação da identidade da pessoa negra. “A maior riqueza desse país é do nosso povo miscigenado. A resistência ajuda a combater qualquer tipo de desigualdade social que assola o nosso país. Em nossa gestão, temos implementados políticas públicas para o enfrentamento a discriminação e ao racismo. Juntos podemos mudar a história”, frisou a gestora municipal.

Já pela tarde, os artistas locais contemplados pelo Edital Poeta Sabará por meio da Lei Aldir Blanc promoveram mais uma edição do projeto “Tardes Culturais”. As apresentações contaram com danças e rodas de capoeira.

O evento alusivo ao Dia da Consciência Negra é uma realização da Secretaria Municipal de Cultura em parceria com os equipamentos públicos, a Pastoral Afro, a Liga Japeriense de Capoeira e o Fórum de Economia Solidária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: