fbpx

Desafio Inovar seleciona projetos para Feira de Ciências em Macaé

O Desafio Inovar selecionou os projetos “Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANCS) – Alimentação Saudável e Nutritiva” e “Pobreza Menstrual”, representantes do Ensino Fundamental II, do Colégio Municipal Olga Benário Prestes (São José do Barreto). Os vencedores vão participar da XIV Feira de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado do Rio de Janeiro (FECTI), a maior feira de ciências voltada para a educação básica do Estado do Rio de Janeiro.  A programação  vai acontecer virtualmente entre os dias 1 a 4 de dezembro.

O concurso  é desenvolvido pelo  InovareAprender, promovido na rede municipal com a finalidade de  promover e incentivar a investigação, a inovação científica, o uso de novas tecnologias, a robótica e a cultura maker. A seleção dos projetos mais criativos foi realizada pela equipe de coordenação #Inovareaprender. O projeto PANCS  foi inscrito pelas professoras Simone Motta e Patrícia Coutinho. Já o “Pobreza Menstrual” foi conduzido pela professora Laureliane Salles.

De acordo com  a coordenadora do InovareAprender e designer educacional, Luemy Ávila, o “Desafio” surgiu com uma conotação online e oferece oportunidades das escolas participarem de feiras e compartilharem os trabalhos nas galerias virtuais. “Os principais objetivos são: incentivar e apoiar a exposição da criação e da inovação com o foco na inteligência artificial; Incentivar e apoiar a exposição da criação e da inovação com base na transversalidade da ciência, tecnologia e inovações para o planeta, em consonância com a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia”, lembra.

Outra finalidade do Desafio Inovar é difundir a ligação da metodologia científica e de engenharia com a construção de projetos e trabalhos nas diversas áreas de conhecimento  e contribuir para o processo de construção de novas tecnologias através da orientação do pensamento científico. 

3 experimentos para fazer na aula de Ciências

Fecti – A divulgação dos selecionados será no dia 5 de novembro. Já a divulgação dos finalistas acontece no dia 17 de novembro. Os projetos submetidos serão avaliados pelo comitê científico, formado por professores e pesquisadores ligados a instituições de ensino e pesquisa e museus de ciência. Os projetos finalistas das modalidades 1 e 2 serão publicados nos periódicos da XV FECTI, em meio digital. A FECTI é realizada pelo setor de Divulgação Científica/Vice-Presidência Científica da Fundação CECIERJ, órgão da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado do Rio de Janeiro, e conta com o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: