Deputados do PSOL entram na Justiça para anular nomeação de Pazuello a novo cargo

Nesta quarta-feira (2), deputados do PSOL entraram com ação na Justiça Federal para anular a nomeação do general Eduardo Pazuello ao novo cargo de secretário de Estudos Estratégicos da Secretaria Especial de Assuntos Estratégicos (SAE) da Presidência da República. O pedido foi protocolado e distribuído para a 2ª Vara Federal Cível de Brasília. As informações foram apuradas pela coluna Janela Indiscreta, do portal Metrópoles.

Quatro deputados federais do partido foram os responsáveis por protocolar a ação. Sâmia Bomfim (SP), Fernanda Melchionna (RS), David Miranda (RJ) e Vivi Reis (PA) afirmam que o novo cargo do ex-ministro da Saúde visa ocupar posto na Casa Civil não previsto em lei e que viola “o interesse público e à moralidade administrativa”. O pedido também destaca o “trágico legado” deixado pela passagem no Ministério da Saúde.”Em relação ao perigo de dano, se à frente do Ministério da Saúde o Sr. Pazuello foi capaz de desarticular o combate à pandemia do novo coronavírus, sendo diretamente responsável pelo caos em que nosso país se encontra, quem dirá chefiando o gabinete do mais importante órgão integrante da Presidência da República”, escreveram.

A nomeação de Pazuello ao novo cargo foi divulgada nesta terça-feira (1), em publicação no Diário Oficial da União e assinada pelo ministro-chefe da Casa Civil, general Luiz Eduardo Ramos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: