Deputado que propôs lei contra obrigatoriedade de vacinação morre de Covid-19

O Governo de Mato Grosso lamentou a morte do deputado

O deputado estadual do Mato Grosso, Silvio Fávero (PSL), de 54 anos, morreu neste sábado (13), em Cuiabá. Ele foi enterrado no Cemitério Jardim da Paz, em Lucas do Rio Verde, no norte do estado. 

Fávero estava intubado com Covid-19 desde o dia 4 de março em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). De acordo com os médicos, Fávero teve complicações e infecções causadas pelo coronavírus e a situação dele era considerada ‘crítica’.

Fávero era autor de um projeto que tramita na Assembleia Legislativa contra a obrigatoriedade da vacina contra a Covid. Segundo ele, o cidadão tem o direito de escolher se vai vacinar ou não. Em casos de menores de idades, o projeto diz que os pais ou responsáveis poderão escolher pela vacinação ou não das crianças e adolescentes menores de 14 anos.

“[O projeto] visa evitar que a vacinação seja compulsória, eis que, atualmente, subsiste insegurança quanto à eficácia e eventuais efeitos colaterais das vacinas, onde apresentam um risco que, sem dúvida alguma, é irreparável, já que os efeitos a curto, médio e longo prazo da vacina são desconhecidos”, justificava ele em seu projeto.

Em nota, o Governo de Mato Grosso lamentou a morte do deputado estadual Silvio Favero e irá decretar luto oficial de três dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: