21 de julho de 2024

TV Prefeito

Portal de notícias dos municípios com videos e entrevistas. Cobertura diária das cidades das regiões: Metropolitana, Serrana, Lagos, Norte, Noroeste, Médio Paraíba e Centro Sul do estado do Rio de Janeiro. O melhor da notícia está aqui.

Daniel Alves pede para depor novamente após quatro versões diferentes, diz jornal

A defesa do jogador Daniel Alves pediu que o jogador preste novo depoimento à Justiça espanhola, segundo a rede Cadena SER. Preso preventivamente, ele depõe na próxima segunda-feira, dia 17 de abril. De acordo com a imprensa local, ele já teria contado quatro versões diferentes para se defender da acusação de estupro.

Daniel foi preso no dia 20 de janeiro, suspeito de violência sexual contra uma jovem de 23 anos na boate Sutton, em Barcelona. O crime teria acontecido no dia 30 de dezembro. Segundo a mulher, o brasileiro ficou “batendo na cara” antes de consumar o ato de violência sexual. O atleta ainda teria a impedido de sair do toalete, ordenando que só deixasse o local após o lateral.

No depoimento, que o jornal espanhol “ABC” teve acesso, a jovem relatou que Daniel Alves fez um sinal para que ela se aproximasse de uma porta. Conforme a narrativa apresentada aos investigadores, a mulher acreditou que entraria em uma outra área VIP da boate. Mas o jogador fechou a porta e ela percebeu que estava trancada no banheiro.

“Eu disse a ele que queria ir embora e ele respondeu que não podia sair de lá”, afirmou às autoridades locais. Em seguida, prossegue o depoimento, ele teria puxado o vestido da jovem e a feito sentar em seu colo. “Ele me agarrou pela nuca, não sei se também pelos cabelos e me jogou no chão, machuquei o joelho”, relatou.

A juíza do caso já afirmou que acredita haver “indícios suficientes” de que houve um estupro. Entre as provas que pesam contra o jogador, há o resultado de um teste de DNA que comprova sêmen do atleta na roupa da vítima, além de impressões digitais no banheiro do local.

Dinorah Santana, ex-mulher de Daniel, se mostrou indignada com a prisão do jogador. Em uma entrevista ao programa Ana Rosa, do canal Telecinco, a mãe dos dois filhos do jogador garantiu que não há nada que o incrimine e questionou o funcionamento do sistema judiciário do país.

— Que justiça estamos fazendo? Não há nada que o incrimine. Dani não é estuprador, como ele está preso? Isso é o que não me passa pela cabeça. A vida toda ele teve sua imagem impecável, porque ele é uma pessoa impecável — garantiu Dinorah.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *