fbpx

Cristo Redentor comemora 90 anos com intensa programação na Catedral do Rio

O aniversariante está longe da festa, mas pode ver do alto as comemorações. O mau tempo no Rio retirou do Santuário do Cristo Redentor a celebração pelos 90 anos do maior monumento do país – a estrutura foi transferida na véspera para a Catedral Metropolitana, no Centro. A celebração contará com um ato cívico religioso e a Santa Missa. A programação de aniversário do monumento irá se estender por toda a terça-feira (12).

A missa será celebrada pelo arcebispo do Rio, Dom Orani, e pelo reitor do Santuário do Cristo e Padre Omar.

“É uma data importante. O Cristo é um monumento do Brasil, e é sinal também de um Brasil católico. É prova de acolhimento do povo carioca. Cada pedra sabão colocada ali representa os brasileiros que tiveram de se unir para construir coisas bonitas, belezas e importantes”, afirmou o arcebispo.

Ao fim da missa, será ministrada a Indulgência Plenária, que na igreja Católica é a absolvição temporal dos pecados sem a necessidade do rito da confissão. A Indulgência foi concedida pelo Papa Francisco a todos os peregrinos do Santuário do Cristo que passarem pelo local até o próximo ano.O prefeito do Rio, Eduardo Paes e o governador do estado, Cláudio Castro, chegaram à Catedral por volta das 7h, e participam da missa.A missa será transmitida ao vivo pelo canal do Santuário do Cristo Redentor, no YouTube.

Festa sustentável terá serviços à população em vulnerabilidade

Desta terça-feira (12) até sábado (16), a Catedral Metropolitana realizará uma semana de ações de cidadania em comemoração aos 90 anos do Cristo. Diferentes serviços de saúde, alimentação e emprego serão oferecidos à população em vulnerabilidade social. As pessoas poderão receber atendimento médico, exames, serviços de higiene pessoal e beleza, além de oferta de vagas em cursos e orientação vocacional.

Casa da Moeda lança medalhas de até R$ 3.700,00

A Casa da Moeda lançou, em edição limitada, a medalha comemorativa em alusão ao aniversário do Cristo. Foram produzidas 90 medalhas em ouro (R$ 3.700), 200 medalhas em prata (R$ 647), 300 medalhas em bronze (R$ 145) e 2.000 medalhas em cuproníquel (R$ 60).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: