fbpx

Cras de Rio das Ostras mantém o atendimento para requerimento de gratuidade no transporte público municipal

As unidades dos Centros de Referência de Assistência Social – Cras de Rio das Ostras continuam recebendo documentação das pessoas que têm direito à gratuidade no transporte público municipal, que é feito por vans. São atendidos pelo benefício os idosos acima de 65 anos, pessoas com deficiência e portadores de doenças crônicas.

 Os interessados devem apresentar seu comprovante de residência em nome do beneficiado ou uma declaração de residência de próprio punho, cópia da Carteira de Identidade, CPF e uma foto 3 X 4. Pessoas com deficiências e com doenças crônicas devem apresentar um laudo médico que será examinado, também, por um médico da Secretaria Municipal de Saúde. Depois de analisado, será emitida uma carteirinha.

Os idosos não são obrigados emitir a carteira de gratuidade, basta mostrar a Identidade ao motorista. Porém, é aconselhável que tenha o documento emitido pelo Cras porque facilita a fiscalização por parte do condutor, já que a carteirinha tem uma fácil identificação.

São consideradas patologias crônicas: HIV/Aids, Hepatites Virais, Transtornos Mentais e Comportamentais, Doenças do Sistema Nervoso, Olhos, Ouvidos, Aparelho Circulatório, Osteomuscular, Conjuntivo, além de Malformações Congênitas, Deformidades e Anomalias Cromossômicas.

O Cras Central está localizado na Rua Três Marias, s/n (Parque da Cidade), em Nova Cidade. O Cras Norte na Rua Peperônia, Qd 82, entre o Cláudio Ribeiro e Âncora. O Cras Sul fica na rua Serafim Bastos, em Cidade Beira Mar. Já em Rocha Leão, a unidade se encontra na rua Isolino Almeida, 05.

 As unidades funcionam de segunda a sexta, das 8h às 17h, mas a população deve ficar atenta aos decretos municipais que flexibilizam os horários por causa da pandemia da Covid-19

VALE SOCIAL INTERMUNICIPAL – Existe um benefício chamado Vale Social Intermunicipal, que permite que idosos, pessoas com deficiência e doenças crônicas viagem com gratuidade para outras cidades do estado do Rio de Janeiro.

 Os beneficiários devem procurar esclarecimentos na Fundação Leão XIII, localizada na sala 6 do Centro de Cidadania, no Âncora, das 9h às 17h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: