fbpx

CPI da Pandemia ouve Marconny Faria e Marcos Tolentino nesta semana

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia ouve nesta semana o possível “sócio oculto” do FIB Bank, Marcos Tolentino, na terça-feira (14), e o suposto “lobista” da Precisa Medicamentos, Marconny Faria, na quarta-feira (15).

Ambos já foram convocados a depor na primeira semana de setembro, mas não foram após apresentar atestados médicos como justificativa. Os dois deram entrada no Hospital Sírio Libanês.

Tolentino foi para a unidade de São Paulo com “formigamento no corpo” e Marconny na de Brasília com “dor pélvica”.

O presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM), ligou para o diretor-clínico do hospital para solicitar uma apuração e disse que o hospital não poderia “acobertar criminosos e emitir atestados falsos”.

Após isso, o atestado de Marconny foi anulado pelo próprio médico que o concedeu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: