Covid-19: secretário de Saúde de Arraial do Cabo nega mortes por falta de oxigênio

Hospital Geral de Arraial do Cabo

A Defensoria Pública do estado do Rio apura uma denúncia de que cinco pacientes de Covid-19 teriam morrido no fim de semana em Arraial do Cabo por falta de oxigênio. O caso teria acontecido no Hospital Geral de Arraial. O secretário de Saúde da cidade, Jorge Luiz Diniz Moura Filho, nega a informação. Segundo ele, no fim de semana foram registradas duas mortes por complicações de Covid-19, e não por falta de equipamentos.

Filho classificou a denúncia encaminhada à Defensoria Pública como “mentirosa”, e negou também que a cidade esteja com falta de respiradores, monitores e equipamentos para manter os pacientes intubados.

— (Toda) Essa denúncia é mentirosa. Não estamos com falta de equipamento. Temos nove respiradores, dez monitores e oito leitos de enfermaria. O que temos é uma demanda muito grande de pacientes. O que acontece em todo estado. Hoje temos oito pessoas aqui, três delas precisando de transferência e aguardando vaga para o CTI — afirma o secretário.

De acordo com o secretário, atualmente, oito pessoas estão internadas com o coronavírus na cidade. Três estão em estado grave e necessitam de remoção com urgência para outras cidades. Arraial do Cabo não tem CTI ou UTI. O município disponibiliza apenas enfermaria e Unidades de Pacientes Graves (UPG) — que estabiliza o paciente até que uma vaga seja disponibilizada em outro local.

Questionado sobre o motivo de a Prefeitura de Arraial do Cabo não ter respondido a pelo menos cinco notificações da Defensoria, Filho alega que “pode ter ocorrido um erro administrativo e o ofício não chegou” até ele.

— De forma nenhuma (estamos deixando de responder). Nós estamos respondendo diariamente todos os órgãos de controle que pendem informação. O que pode ter acontecido é um erro administrativo que não chegou até a mim. Mas, tudo que eles querem está no site. Hoje vamos entrar em contato com a Defensoria Pública para prestar todos os esclarecimentos — destacou Filho.

No próximo dia 5, a Prefeitura de Arraial do Cabo diz que tem marcada com a Defensoria Pública uma reunião para tratar assuntos de Covid-19 na cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: