fbpx

Contratações ilegais durante eleição suplementar de Carapebus são apuradas pelo TRE

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) vai apurar denúncias sobre contratações ilegais durante o período de eleição suplementar em Carapebus, no Norte Fluminense. Segundo informações, algumas pessoas foram contratadas nos últimos dias de setembro e início de outubro. Uma equipe do TRE já esteve em uma agência do Banco do Brasil e constatou a abertura de, pelo menos, vinte novas contas por dia para novos contratados e assessores que entraram na folha de pagamento da prefeitura.


Tais práticas configuram abuso de poder econômico e uso da máquina administrativa para fins eleitorais, de acordo com o artigo 41 da Lei 9504/97, que afirma constituir “captação de sufrágio, vedada por esta Lei, o candidato doar, oferecer, prometer, ou entregar, ao eleitor, com o fim de obter-lhe o voto, bem ou vantagem pessoal de qualquer natureza, inclusive emprego ou função pública”.


São responsáveis pelas contratações, conforme as denúncias recebidas pelo TRE, o prefeito interino Leandro Dandinho e o ex-secretário de administração, Luiz Victor Cordeiro, que concorrem aos cargos de prefeito e vice-prefeito, visando a continuidade do grupo político que governa a cidade desde 1996.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: