Companhias aéreas devem abrir dados de viagens de Nise Yamaguchi

O pedido protocolado pelo presidente da CPI da Covid, o senador Omar Aziz (PSD-AM), nesta quarta-feira (2), para que Gol, Latam e Azul forneçam registros de voos de São Paulo a Brasília realizados pela médica Nise Yamaguchi não deve enfrentar resistência entre as companhias aéreas, porque as informações dos passageiros são confidenciais, mas podem ser abertas por solicitação oficial das autoridades competentes, de acordo com executivos do setor.

Veja quem já prestou depoimento à CPI da Covid no Senado

Procuradas pela coluna, Azul e Latam disseram que, caso sejam acionadas, irão colaborar. A Gol não respondeu à pergunta do Painel S.A. se vai entregar as informações, afirmou apenas que não foi notificada.

O pedido do senador abrange os registros sobre as viagens a Brasília feitas também por Greici Yamaguchi e Charles Takahito, irmãos de Nise. No requerimento, que ainda não foi apreciado, o senador solicita informações sobre os voos feitos entre março de 2020 e maio de 2021.

Ele justifica o pedido dizendo que os registros podem ajudar a esclarecer a participação da médica em reuniões com representantes do governo federal acompanhada de seus irmãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: