fbpx

Com Nenê em campo, aproveitamento do Vasco na Série B é superior ao do líder Coritiba

A ausência do meia Nenê na derrota do Vasco para o CSA, na última sexta-feira, em São Januário, foi muito sentida. Não se pode dizer que o resultado do jogo seria diferente se o jogador estivesse em campo, mas os números mostram que o desempenho do time quando o veterano joga é bastante superior.

Desde que chegou em setembro, Nenê assumiu um papel de protagonismo técnico e moral da equipe. Ele disputou oito jogos da Série B, e o aproveitamento foi de 62,5%, de acordo com levantamento do Espião Estatístico. Em todo campeonato, por exemplo, o líder Coritiba apresenta um aproveitamento de 60%.

Nenê comemora gol do Vasco contra o Coritiba — Foto: Alexandre Durão

E sem ele? O time conquistou apenas 44,4% dos pontos disputados na Série B, somando os jogos anteriores à contratação do meia e a última derrota. O aproveitamento do Vasco em todos os jogos da competição (com e sem Nenê) é de 49%. O meia participou de 10 de 11 gols do time quando esteve em campo.

Nenê não participou do último jogo em cumprimento de suspensão automática, por ter tomado o terceiro cartão amarelo. Ao fim da partida com o CSA, o técnico Fernando Diniz traduziu esses números ao explicar a importância do meia na equipe.https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

– Obviamente que o Nenê fez bastante falta. A gente não queria que fizesse, mas fez. Tanto na parte técnica quanto na parte emocional. É um jogador que assume muito o protagonismo, gosta do protagonismo, e isso acaba facilitando os jogadores que o cercam – afirmou.

Faltam apenas seis jogos para a competição terminar. O Vasco tem 47 pontos e está na oitava posição. Nenê retorna na próxima partida, contra o Guarani, sexto colocado com 49 pontos, concorrente direto na busca pelo G-4. O jogo será na quinta-feira, às 19h, em Campinas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: