Com dez títulos para comemorar, Diego completa cinco anos no Flamengo

No dia 19 de julho de 2016, há cinco anos, o Flamengo anunciou a contratação de Diego. Após 230 jogos, dez títulos, 40 gols e 32 assistências, o capitão está na história do clube e ainda não cansou de levantar taças.

São conquistas, vitórias, derrotas, frustrações, lesões do camisa 10 que se tornou um dos símbolos desta vitoriosa geração.

A linha do tempo da trajetória de Diego no Flamengo:

O anúncio

19/7/2016

Titulo da imagem -
A confirmação da contratação foi feita no dia 19 de julho de 2016. Ele tinha 31 anos, assinou contrato de três anos e chegou ao Flamengo após passagens por Santos, Porto, Werder Bremen, Juventus, Wolfsburg, Atlético de Madri e Fenerbahçe.
A recepção

20/7/2016

Titulo da imagem -
Diego teve uma recepção de ídolo no aeroporto e foi carregado nos braços pela torcida rubro-negra. A apresentação oficial foi no dia seguinte ao anúncio, no Salão Nobre da Gávea.
Estreia com gol

21/8/2016

Titulo da imagem -
Depois de recondicionar a parte física e participar de jogos-treino, o então camisa 35 fez sua estreia oficial na partida contra o Grêmio, pela 21ª rodada do Brasileiro de 2016, no Mané Garrincha. O Flamengo venceu por 2 a 1, com um gol de Diego (de cabeça), e pulou para o terceiro lugar na tabela. Um belo cartão de visita.
A volta para seleção brasileira

19/1/2017

Titulo da imagem -
Um dos objetivos de Diego na volta ao país era voltar a ser convocado, e ele conseguiu, no início de 2017, ser chamado para amistoso com a Colômbia, que reuniu atletas que atuavam no Brasil. O sonho de disputar a Copa do Mundo no ano seguinte, no entanto, não se realizou.
A lesão no joelho

13/4/2017

Titulo da imagem -
Em abril de 2017, Diego teve sua primeira lesão grave no Flamengo. O problema no joelho direito o tirou das últimas três partidas da fase de grupos da Libertadores, e o time foi eliminado.
Pênalti perdido na final da Copa do Brasil

27/9/2017

Titulo da imagem -
Um dos líderes do elenco, Diego conviveu com críticas por ter sido apontado como símbolo de um time que só batia na trave. Na final da Copa do Brasil, ele foi o único a perder sua cobrança na disputa de pênaltis da final com o Cruzeiro, no Mineirão.
Pressão, protesto e comemoração

27/4/2018

Titulo da imagem -
Em 2018, antes de uma viagem para Fortaleza, Diego foi o principal alvo durante um protesto da torcida no aeroporto, com xingamentos e ameaças. O Flamengo venceu o Ceará por 3 a 0, e camisa 10 marcou um gol e foi comemorar abraçado com os torcedores. Não foi uma boa temporada para o clube, que não conquistou título. Foi eliminado nas oitavas da Libertadores pelo Cruzeiro, na semifinal da Copa do Brasil pelo Corinthians, e terminou o Brasileiro em segundo.
A primeira renovação

22/1/2019

Titulo da imagem -
Depois de uma negociação mais complicada, que teve no caminho proposta para defender o Orlando City, dos Estados Unidos, Diego e Flamengo renovaram o contrato até o fim da temporada 2019. Deu muito certo.
Nova frustração nos pênaltis

17/7/2019

Titulo da imagem -
Antes de se tornar uma máquina de jogar futebol em 2019, o Flamengo teve um fracasso na Copa do Brasil, já com Jorge Jesus. O time perdeu na disputa de pênaltis para o Athletico, e Diego novamente ficou marcado por desperdiçar sua cobrança, desta vez em um chute fraco no meio do gol. E erro causou hostilidade de alguns torcedores.
Após a lesão, a hora de levantar as taças

23/11/2019

Titulo da imagem -
Diego acabou se tornando um coadjuvante de luxo em 2019. Em julho, ele sofreu a lesão mais grave da carreira ao ter uma fratura no tornozelo. Com muito empenho na recuperação, ele conseguiu retornar ao time na semifinal da Libertadores, no 5 a 0 sobre o Grêmio, e foi importante na conquista dos títulos.
A segunda renovação

26/8/2020

Titulo da imagem -
A quatro meses do fim de seu contrato, Diego renovou com o Flamengo até dezembro de 2021. Quando perguntada sobre qual será o futuro do camisa 10, a diretoria rubro-negro tem dito que não espera problema para discutir um novo vínculo.
Retomada do protagonismo e bi do Brasileiro

10/1/2021

Titulo da imagem -
Diego passou boa parte da temporada como uma espécie de 12º jogador, mas foi na derrota para o Ceará, no Maracanã, que ele voltou a ser protagonista. Como volante, deu mais alma ao meio de campo, agradou Ceni, virou titular e novamente foi importante para a conquista do Brasileiro.
5 anos de Flamengo e mais títulos no radar

19/7/2021

Titulo da imagem -
Após se reinventar, o agora volante Diego completou cinco anos de Flamengo e segue como uma peça muito importante. Com o time na disputa ainda em três competições, a expectativa é de que o capitão possa aumentar sua lista de conquistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: