fbpx

Com desempenho similar, Marcão iguala número de jogos de 2020, e Fluminense volta a mirar vaga na Libertadores

vitória maiúscula no Fla-Flu do último sábado foi o 14º jogo de Marcão à frente do Fluminense na atual temporada. Mesmo número de partidas que o treinador comandou a equipe em 2020, após a saída de Odair Hellmann. Querido pelo grupo e com respaldo da diretoria, o técnico, até aqui, tem conseguido repetir o desempenho regular e, mais uma vez, mira uma vaga na Libertadores.

O aproveitamento, por enquanto, é parecido, com a diferença de um triunfo: em 2020, foram sete vitórias, quatro empates e três derrotas (59,2%); e nos 14 jogos de 2021, seis vitórias, também quatro empates e quatro reveses (52,4%).

Marcão em treino do Fluminense — Foto: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC

Os números também são parecidos com os de 2019, quando foi chamado na reta final da temporada, mas com a missão de livrar o time do rebaixamento. Na época, porém, comandou a equipe em 18 partidas, sendo duas como interino, e fechou o trabalho com 51,9% de aproveitamento (veja mais abaixo).

Quando questionado sobre a vontade de assumir o Fluminense desde o início de uma temporada e não só para “apagar incêndio”, Marcão disse estar focado no presente, mas garantiu se sentir mais preparado:

– Eu procuro viver o dia a dia, não procuro projetar muito lá na frente, busco terminar essa missão que me foi dada e, então, analisar o próximo ano. Para estar pela terceira vez dirigindo uma equipe grande como o Fluminense, essa pressão toda do nosso torcedor, de mídia externa… Eu tenho que estar preparado e eu me preparei bastante para isso – disse em entrevista ao ge e ao Globo Esporte no dia 15 de outubro (relembre mais do bate-papo aqui).

– Eu venho melhorando cada vez mais no dia a dia, estudando, vendo muitas coisas e ganhando experiência com outros treinadores, que acabam nos moldando na melhor maneira de ser. Procuro viver o dia a dia e amanhã, lá na frente, se tiver alguma conversa nesse sentido, analisar os prós e os contras para saber qual será o meu próximo passo – acrescentou na época.

Marcão, técnico do Fluminense, contra o Athletico-PR — Foto: Mailson Santana / Fluminense

Ainda com 2022 em aberto, a diretoria tricolor conta com Marcão até o fim do Campeonato Brasileiro. Com isso, ele tem mais 11 jogos pela frente e deve atingir o seu maior número de compromissos à frente da equipe principal. Com 39 pontos e em oitavo lugar, o Fluminense está a dois pontos do Internacional, sexto colocado, e pode entrar no G-6 já nesta quarta-feira, quando enfrenta o Santos pelo jogo adiado da 23ª rodada. A partida está marcada para às 19h (de Brasília) na Vila Belmiro.

Desempenho de Marcão como técnico do Fluminense:

  • Temporada 2021 – 14 jogos (até aqui):
    ✅ 6 vitórias
    ⏸️ 4 empates
    ⛔ 4 derrotas
    📊 Aproveitamento de 52,4%
  • Temporada 2020 – 14 jogos:
    ✅ 7 vitórias
    ⏸️ 4 empates
    ⛔ 3 derrotas
    📊 Aproveitamento de 59,5%
  • Temporada 2019 – 18 jogos (2 como interino)
    ✅ 7 vitórias
    ⏸️ 7 empates
    ⛔ 4 derrotas
    📊 Aproveitamento de 51,9%
  • Temporada 2016 – 6 jogos (todos como interino):
    ✅ 2 vitórias
    ⏸️ 2 empates
    ⛔ 2 derrotas
    📊 Aproveitamento de 44,4%

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: