Cláudio Castro pede desculpas por problemas na água da Cedae

O governador em exercício do Rio, Cláudio Castro, pediu desculpas para a população por conta da crise da água. Moradores de diversos bairros reclamam do desabastecimento e da falta de qualidade. No vídeo publicado, Castro também falou que a Cedae deve normalizar o serviço até esta quarta-feira. “Eu queria pedir perdão a você. Como governador em exercício é nossa obrigação que todos os serviços públicos, inclusive a água, cheguem na sua casa sem problema algum. Infelizmente, essa é uma questão estrutural da Cedae, que a gente vem tentando trabalhar ano a ano. A resposta que a Cedae me deu é que até quarta-feira a situação está 100% normalizada”, falou.

Moradores do Rio e da Baixada Fluminense reclamam da qualidade da água oferecida pela Cedae. Eles relataram mau cheiro, gosto ruim e coloração escura. As regiões abastecidas pela estação ETA Guandu foram interrompidas de maneira preventiva pela Cedae na noite deste último sábado (6), no período aproximado de 19h até 5h. A ação foi feita para evitar o aumento do número de algas na lagoa próxima a estação de tratamento que cresceu nos últimos dias.

Na terça-feira, 8° Vara de Fazenda Pública do Tribunal de Justiça do Rio determinou, por meio de liminar, que a Cedae apresente um relatório detalhado sobre os métodos que a companhia usa para analisar a qualidade de gosto e odor da água destinada ao consumo no estado. A decisão foi tomada nesta segunda (8) pela juíza Alessandra Tufvesson.


Na decisão, a justiça também estipulou que a Cedae entregue relatórios das ouvidorias sobre a falta de água e potabilidade. A ação foi aberta no ano passado para que a companhia regularizasse o fornecimento no município do Rio, depois dos problemas com geosmina em 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: