Cidades da Região Serrana do Rio fecham março com recorde de mortes por Covid-19

Nova Friburgo e Petrópolis, na Região Serrana do Rio, estão fechando o mês de março com um recorde preocupante: as duas cidades registraram, neste mês, o maior número de mortes pela Covid-19 desde o início da pandemia.

Até terça-feira (30), Nova Friburgo teve 50 mortes registradas em março. O recorde, até então, havia sido registrado em janeiro deste ano, com 47 mortes causadas pela doença. A cidade tem 11.683 casos confirmados, com 339 mortes causadas pelo novo coronavírus.

Em Petrópolis, até terça-feira (30), foram registradas 120 mortes pelo novo coronavírus em março. Até então, o maior número de óbitos pela Covid-19 na cidade também havia sido registrado em janeiro, quando 110 pessoas perderam a luta contra a doença. A cidade tem 24.656 casos confirmados, com 687 mortes causadas pelo novo coronavírus.

Tanto Nova Friburgo quanto Petrópolis também enfrentam um cenário difícil em relação aos leitos para pacientes mais graves da Covid-19. As duas cidades estão com mais de 90% dos leitos de UTI ocupados.

Para tentar desacelerar a taxa de contágio da doença, os municípios resolveram decretar medidas mais rígidas durante esta semana.

Em Nova Friburgo, a Prefeitura suspendeu atividades consideradas não essenciais para tentar conter o avanço da doença. A medida começou na segunda (29) e vai até domingo (4).

Em Petrópolis, um decreto, que entrou em vigor nesta terça-feira (30), proíbe a entrada de turistas e visitantes e restringe ainda mais as atividades econômicas no município. A medida vale até a segunda-feira (5).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: