Chuva e vento fazem a temperatura despencar no Rio

Tempo encoberto também na Barra da Tijuca — Foto: Jorge Soares/G1

Depois da tarde mais quente do inverno, a temperatura no Rio despencou com a chegada de uma frente fria.

Nesta sexta-feira (2), a máxima foi de 35,5°C. Neste sábado (3), os termômetros mal devem passar dos 20°C – e a mínima pode bater 14°C.

A noite de sexta trouxe ventania. Segundo o Alerta Rio, a estação do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registrou, entre 20h e 21h, rajadas muito fortes em Copacabana, com 83,5 km/h.

Já a estação da Redemet mediu, no mesmo período, 57,4 km/h na Base Aérea de Santa Cruz.

A manhã deste sábado também teve ventos moderados. O Inmet registrou 45 km/h em Copacabana.

O sábado ainda começou com chuva moderada. Os maiores índices pluviométricos por volta das 8h30 foram coletados no Alto da Boa Vista, Santa Cruz e Campo Grande.

Previsão

No domingo (4), a chuva continua, e o frio aumenta, com chance de ser a tarde mais fria do ano, com máxima de apenas 20°C.

O recorde de 2019 foi do dia 17 de julho, com 20,6°C na Marambaia.

O sol só deve voltar a aparecer na terça-feira (6), entre nuvens, e as temperaturas oscilarão entre 25 e 13 graus.

Aviso de ressaca ampliado

A frente fria mexe também com o mar. A Marinha decidiu prorrogar até as 9h de segunda-feira (5) o aviso de ressaca.

Ondas de até 3 metros de altura estão chegando a orla carioca.

Recomendações

VENTOS FORTES

Em casa:

  • Feche as janelas, basculantes e portas de armários para evitar canalizações de ventos no interior de casa. Persianas, cortinas ou blecautes também devem estar fechados para evitar que estilhaços se espalhem, no caso de alguma janela quebrar;
  • Aparelhos elétricos e registro de gás devem estar fechados. Dessa forma, não há agravamento em caso de queda de árvore;
  • Evite deixar objetos que possam cair em locais altos;
  • Mantenha as árvores do jardim ou do quintal sempre podadas e bem cuidadas;
  • Fique atento: se houver falta de luz, cuidado com o uso de velas para evitar incêndios.

Na rua:

  • Não se abrigue debaixo de árvores ou de coberturas metálicas;
  • Evite a prática de esportes ao ar livre, especialmente, no mar;
  • Evite ficar próximo a precipícios, encostas ou lugares altos sem proteção;
  • Evite passar sob cabos elétricos, outdoors, andaimes, escadas;
  • Não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda;
  • Não queime lixo, não ateie fogo em terrenos para remover vegetação, não acenda fogueiras ou jogue guimbas de cigarros em estradas ou terrenos com mata;
  • Fique atento: caso haja queda de árvore, é possível que a rede de energia tenha sido rompida. Nesta situação, há risco de acidentes causados por raios.

RESSACA

  • Evitar o banho de mar em áreas que estejam em condições de ressaca;
  • Evitar a prática de esportes no mar;
  • Não permanecer em mirantes na orla ou em locais próximos ao mar;
  • Os frequentadores de praias devem seguir as orientações das equipes do Corpo de Bombeiros;
  • Os pescadores devem evitar navegar;
  • Evitar trafegar de bicicleta na orla caso as ondas estejam atingindo a ciclovia;
  • Não entrar no mar para resgatar vítimas de acidente. Neste caso, acione imediatamente as equipes do Corpo de Bombeiros pelo telefone 193.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: