China relata 1º caso humano de gripe aviária H10N3

O governo chinês informou nesta terça-feira (1º) a descoberta do primeiro contágio humano no mundo do vírus H10N3 de gripe aviária, mas disse que o risco de grande propagação entre pessoas é baixo.

Um homem de 41 anos de Jiangsu, província no leste da China, foi confirmado como o primeiro caso humano de infecção pela linhagem H10N3, segundo a Comissão Nacional de Saúde chinesa (NHC).

“O risco de uma propagação em grande escala é extremamente baixo”, afirmou o NHC.

O morador da cidade de Zhenjiang foi hospitalizado em 28 de abril, após desenvolver febre e outros sintomas, e foi diagnosticado com o vírus H10N3 em 28 de maio, disse a NHC em um comunicado.

O paciente está estável e pronto para ter alta do hospital. O acompanhamento médico de seus contatos próximos não detectou nenhum outro caso.

A entidade não deu detalhes de como o homem se infectou.

Trabalhadores vacinam pintinhos com a vacina contra a gripe aviária H9 em uma fazenda no condado de Changfeng, na província de Anhui, em 14 de abril de 2013 — Foto: Reuters
Trabalhadores vacinam pintinhos com a vacina contra a gripe aviária H9 em uma fazenda no condado de Changfeng, na província de Anhui, em 14 de abril de 2013

Vírus H10N3

A H10N3 é uma linhagem patogênica baixa (relativamente menos forte) do vírus em aves, e o risco de ela se disseminar em larga escala é muito baixo, acrescentou a NHC

A linhagem “não é um vírus muito comum”, disse Filip Claes, especialista da FAO (braço da ONU para a Alimentação e a Agricultura). Ele é coordenador laboratorial regional do Centro de Emergência para Doenças Animais Transfronteiriças do Escritório Regional da FAO para a Ásia e o Pacífico.https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Cerca de 160 exemplares do vírus foram relatados em 40 anos, entre 1978 e 2018, a maioria em pássaros selvagens ou aves aquáticas da Ásia e de algumas partes limitadas da América do Norte, segundo Claes. Nenhum caso foi detectado em frangos até agora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: