China oferece vacinas a Taiwan, mas governo da ilha recusa

A China ofereceu vacinas contra Covid-19 a Taiwan, mas o governo da ilha considera que os chineses não são sinceros e que eles estariam trabalhando para impedir os taiwaneses de obter doses por razões políticas no momento em que as infecções estão aumentando, disseram autoridades informadas sobre o assunto.

A China considera Taiwan parte de seu país. Os taiwaneses se recusam a aceitar a soberania chinesa e, nos últimos anos, têm recebido apoio mais robusto dos Estados Unidos.

Vacinas em Taiwan

Os dois lados iniciaram uma guerra de palavras áspera a respeito das vacinas, muito necessárias em Taiwan agora que o sistema médico está sendo pressionado por casos novos e só cerca de 1% de seus mais de 23 milhões de habitantes estão vacinados.

Taiwan diz que a China a impediu de obter vacinas produzidas pela alemã BioNTech, enquanto a China diz que teria prazer de enviar um suprimento desta vacina por meio de seu agente de vendas, Shanghai Fosun Pharmaceutical Group.

Mas Taiwan diz que não aceitará as vacinas da Fosun, dizendo que não há transparência e que a China se recusa a fornecer informações relevantes.

O Escritório de Assuntos de Taiwan do governo chinês, que repete que sua oferta de vacina é sincera e que Taiwan não deveria criar obstáculos políticos, disse em um comunicado à Reuters que a alegação taiwanesa de que está impedindo o acordo com a BioNTech “não faz sentido”.

Uma autoridade graduada de Taiwan a par da situação disse à agência Reuters que a China está iniciando uma “guerra política” para “dividir e enfraquecer” seu país sem a intenção real de oferecer as vacinas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: