China investiga outras duas empresas listadas nos EUA após proibição de app

A China anunciou nesta 2ª feira (5.jul.2021) que abriu investigação contra aplicativos operados por duas empresas chinesas listadas nos Estados Unidos. A medida é realizada poucos dias depois que o país iniciou “revisão de segurança cibernética” do aplicativo de caronas Didi, um dos maiores do país.

A Administração do Ciberespaço da China emitiu comunicado dizendo que a investigação será conduzida para “evitar riscos de segurança em dados nacionais, manter a segurança nacional e proteger o interesse público”.

O órgão não detalhou a investigação, mas citou a lei de segurança nacional e a lei de segurança cibernética da China.

Uma das empresas investigadas é a Full Truck Alliance, que fornece, desde 2017, serviços semelhantes aos do Uber a caminhoneiros. É responsável pelos aplicativos de transporte Yunmanman e Huochebang, plataformas digitais que conectam caminhoneiros a empresas que precisam despachar mercadorias.

A outra empresa é a Kanzhun. Com sede em Pequim, ela opera há 7 anos o Boss Zhipin, aplicativo que liga candidatos a emprego com empregadores e profissionais de recrutamento.

Ambas as companhias abriram capital nos Estados Unidos em junho de 2020.

Assim como foi feito com a Didi, a Administração do Ciberespaço da China determinou a interrupção do cadastro de novos usuários até que a revisão seja concluída.

A investigação contra a Didi foi aberta na 6ª feira (2.jul.2021), dias depois de a big tech lançar uma oferta pública inicial (IPO) em Nova York. Na 3ª feira (29.jun), o IPO da empresa chegou a quase US$ 4,4 bilhões em Nova York e se tornou a maior oferta pública inicial de uma empresa chinesa no primeiro semestre de 2021.

Esses não são os primeiros  inquéritos abertos pela China para investigar gigantes da tecnologia. Em 2020, empresas como Alibaba, Tencent e Bytedance também entraram na mira da lei antimonopólio da China –legislação que averigua o até então pouco regulamentado setor de tecnologia do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: