Chile alcança 5 mi de vacinados contra a covid duas semanas antes do previsto

O Chile alcançou nessa 3ª feira (16.mar.2021) a marca de 5 milhões de pessoas que receberam pelo menos uma dose de vacinas contra a covid-19. A meta oficial do governo chileno era chegar a esse número, que corresponde a toda a população em risco, em 30 de março.

Com a contribuição e o mérito de todos vacinamos 5 milhões de pessoas, o que corresponde à nossa população de risco, e o fizemos 15 dias antes da meta”, escreveu o presidente do país, Sebastián Piñera, no Twitter.

Segundo o presidente, o próximo objetivo do Chile é vacinar o restante da população, cerca de 15 milhões de pessoas, até o fim do 1º semestre.

O processo de vacinação teve início em 24 de dezembro, com profissionais da saúde. Em 3 de fevereiro, o Chile começou a imunizar o grupo considerado de maior risco: portadores de doenças crônicas e idosos.

Até o momento, o Chile administra duas vacinas: a CoronaVac, da farmacêutica Sinovac, e o imunizante desenvolvido pela Pfizer e BioNTech. O país garantiu 35 milhões de doses por meio da Covax Facility, iniciativa coordenada pela OMS (Organização Mundial da Saúde).

Desde o início do processo de vacinação em massa, em fevereiro, o país avançou rapidamente e é a 4ª nação com mais pessoas que receberam pelo menos uma dose. Segundo o Our World in Data, o Chile está atrás de Israel, Emirados Árabes e Reino Unido. É, no entanto, o país com a maior taxa de vacinação no mundo na última semana.

O país acumula 900.782 casos de covid-19 e 21.789 mortes pela doença, de acordo com dados do Worldometer. O Chile enfrenta uma 2ª onda de contaminação. O número de novos casos diários é semelhantes ao registrado em junho de 2020, no auge da 1ª onda.

A piora da situação fez com que o governo confinasse quase 1/3 da população do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: