fbpx

Chay aguarda resultado de exame e pode desfalcar Botafogo na Série B

Se há duas semanas Enderson Moreira comemorou o fato de o departamento médico do Botafogo estar vazio, o técnico pode ganhar um problemão para as próximas rodadas da Série B. Um dos destaques do time na temporada, Chay sofreu trauma no tornozelo direito contra o Goiás, foi submetido a uma ressonância magnética na última quinta-feira e pode virar desfalque, a depender do resultado do exame nesta sexta.

A perspectiva não é das melhores. O meia-atacante deixou o campo chorando no segundo tempo do empate em 1 a 1e, no dia seguinte, postou uma foto do tornozelo inchado. Chay iniciou tratamento ainda no vestiário da Serrinha e apresentou melhora da dor, mas só o exame vai apontar a gravidade do trauma.

Chay pode virar desfalque para o Botafogo na Série B — Foto: Jorge Rodrigues/AGIF

Como fica o time sem Chay?

A ausência do camisa 14 representa dor de cabeça para Enderson, que não tem jogadores com as mesmas características de Chay no elenco. Entre as opções do treinador para manter o meio de campo mais ofensivo está Luiz Henrique, que geralmente tem sido escolhido para entrar no segundo tempo, mas ainda não ganhou chance como titular. O meia de 22 anos tem nove jogos pelo Botafogo e ainda não se firmou como boa alternativa para o setor de criação.

Além de Luiz Henrique, Enderson pode optar por Marco Antônio, que tem sido utilizado nas pontas, mas fez o papel de meia criador algumas vezes na temporada. Na opinião do comentarista Raphael Rezende, esta é a opção mais lógica pensando no confronto com o Confiança.

– Por ser um jogo em casa, com necessidade de tomar a iniciativa, imagino que o substituto mais adequado seja o Marco Antônio, em função semelhante, com sistema mantido, até por ter correspondido nas chances recentes. O Luiz Henrique não tem conseguido melhorar o desempenho com as oportunidades, mas tem o ganho por sustentar o nível na bola parada. Qualquer outra opção foge muito do que tem sido a forma do Botafogo jogar.

– A ausência do Chay tende a ser sentida porque é um jogador que não se omite, participa bastante mesmo com um percentual grande de erros. Isso gera muito volume ofensivo ao Botafogo, principalmente nos jogos em casa – avaliou Raphael.

Que Chay fará falta não há dúvidas. O meia tem 29 jogos na Série B, com oito gols e sete assistências. É o segundo jogador com mais participações em gols no elenco alvinegro, ficando atrás apenas de Rafael Navarro. Com Enderson, o atleta ficou fora somente de dois jogos, ambos por questões físicas. Na vitória sobre o Confiança, no primeiro turno, teve um trauma na região lombar e, na derrota para o Operário-PR, foi preservado por desgaste muscular.

Em entrevista ao ge em agosto, Enderson disse que o Botafogo tentava criar a possibilidade de um substituto para Chay no elenco, mas isso ainda não aconteceu. Sem o meia, o time acaba perdendo em criação, mas pode ganhar em outros aspectos. Uma opção é deixar o setor mais defensivo, como aponta o comentarista Henrique Fernandez.

– Acho possível que Enderson escolha o substituto de acordo com as características do jogo e do adversário. Isso já aconteceu quando ele precisou substituir Chay contra Confiança e Operário no turno. No primeiro jogo, usou Marco Antônio. No segundo, adiantou Pedro Castro e entrou com Oyama de volante, mas Pedro não foi bem. Além dessas duas alternativas, para esse próximo jogo, ele ainda tem Luiz Henrique, que não estava no elenco antes. Acho que pra pegar o Confiança, em jogo que o time precisa ser mais proativo, Marco Antônio e Luiz Henrique são os favoritos.

– Se Chay seguir fora no clássico contra o Vasco, acho mais provável que ele encorpe o meio, usando a opção de Pedro Castro. Como confronto direto, o empate para o Botafogo em São Januário é bom resultado. De toda forma, nenhuma das opções tem as características do titular e o time vai ser impactado. É importante que o coletivo suba o nível para que os resultados não faltem – opinou Henrique.

O elenco alvinegro voltou de Goiânia na última quarta-feira e folgou. Na reapresentação na quinta, Chay foi reavaliado pelo departamento médico, o que se repetirá nesta sexta. O meia tem até a próxima quarta-feira para se recuperar. O Botafogo joga às 19h, no Nilton Santos, contra o Confiança, pela 33ª rodada. No domingo seguinte, tem clássico importante contra o Vasco, em São Januário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: