Ceni volta a comandar o Flamengo após três semanas e tem desafio de manter a boa fase contra o Bragantino

Rogério Ceni volta a comandar o Flamengo na beira do campo quase três semanas depois de se ausentar por ter testado positivo para Covid-19. O técnico estará no Maracanã para acompanhar o time de perto contra o Red Bull Bragantino, às 21h, em jogo válido pelo Brasileirão.

O retorno às atividades se deu na última quinta-feira, em treinamento no Ninho do Urubu. A última partida da equipe sob seu comando havia sido contra o Palmeiras, no dia 30 de maio. De lá para cá, o time foi treinado pelo técnico do sub-20, Maurício Souza, e obteve três vitórias, contra coritiba, América-Mg e Coritiba. Além desses três jogos sem levar gols, o Flamengo já estava sem ser vazado contra o Palmeiras e o Vélez da Argentina.

O desafio de Ceni em seu retorno é justamente manter a boa fase da equipe, mesmo com os desfalques convocados para a disputa da Copa América.

“Temos tentado nos sustentar sem os jogadores de seleçao presentes”, apontou Ceni.

O treinador, que comandou tudo à distância no período em que estava ausente, ainda poupou o lateral-esquerdo Filipe Luis no último jogo, e terá o veterano de volta. Pedro, que também se reapresentou após se recuperar de Covid-19, fica fora para aprimorar a parte física e volta contra o Fortaleza.

Em entrevista à Fla TV, o treinador falou um pouco sobre o trabalho no tempo afastado, focado especialmente em ajustar a defesa.

“Eu analiso o treinamento, posso ver o treinamento. Mas aqueles dez dias (sem jogos) de preparação foram importantes. Trabalhamos o setor defensivo. Eu gastei muito mais tempo explicando aos jogadores (de casa) quando eu fico pessoalmente”, explicou Rogério Ceni, contando o seu “home office”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: