Cedae interrompe fornecimento de água em Porciúncula por causa da cheia do Rio Carangola

O fornecimento de água está interrompido temporariamente em Porciúncula, no Noroeste Fluminense, devido às fortes chuvas que causaram a cheia do Rio Carangola. A Estação de Tratamento de Água (ETA) da cidade teve a produção afetada neste último sábado (20).

Segundo a Cedae (Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro), o sistema voltará a operar após a estabilização do nível do rio, assim retomando o fornecimento de água. No entanto, o abastecimento pode levar até 24 horas para ser normalizado por completo em alguns locais, como ruas altas e pontas de sistema.

Moradores de imóveis que dispõem de sistema de reserva (caixas d’água e/ou cisterna) não devem sofrer desabastecimento. Mesmo assim, a Companhia pede que os clientes usem água de forma equilibrada, e adiem tarefas que exijam grande consumo de água. Caso necessário, clientes podem solicitar abastecimento por carro-pipa pelo 0800-282-1195.

Aumento do nível do Rio Carangola afetou a produção de água em Porciúncula. — Foto: Ascom/Porciúncula

Cheia do Rio Carangola

Cidades que fazem divisa com o estado mineiro foram atingidas pelo aumento do rio na madrugada deste sábado (20). Em Porciúncula, casas e ruas ficaram alagadas. A Defesa Civil ainda não tem um número total de famílias desalojadas e desabrigadas, mas tá levando todos os afetados a escolas da região.

Moradores de Porciúncula retiram pertences das casas que foram atingidas pela cheia do Rio Carangola — Foto: João Brum/ Inter TV

Moradores de Porciúncula retiram pertences das casas que foram atingidas pela cheia do Rio Carangola — Foto: João Brum/ Inter TVhttps://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

Já em natividade, a Defesa Civil disse que nas próximas horas o rio deve subir cerca de 70 centímetros. Até o momento, cerca de 15 famílias já saíram de suas casas.

Em Itaperuna, a Defesa Civil já emitiu um comunicado de alerta máximo. Até o momento, nenhuma ocorrência foi registrada, mas o rio Muriaé, que recebe toda a água do Carangola, já está na sua cota de transbordo, de 4 metros. O órgão diz ainda que o rio Muriaé pode transbordar e atingir algumas ruas na noite deste sábado (20) e madrugada de domingo (21).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: