Caxias: Estação de Tratamento de Esgoto da Chácara Rio Petrópolis vai ter aumento de capacidade

A Prefeitura de Duque de Caxias está trabalhando para aumentar a capacidade de coleta da ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) que funciona na Chácara Rio-Petrópolis, no segundo distrito. De grande importância no processo de recuperação ambiental dos corpos hídricos da região, a ETE coleta esgoto pela rede implantada de mais de 16km de extensão. Anteriormente, o esgoto corria a céu aberto chegando ao Rio Calombé e ao Canal do Pilar sem o tratamento correto, colocando em risco a saúde da população.

A obra está sendo realizada pela Secretaria Municipal de Obras e Defesa Civil e deverá ficar pronta ainda no segundo semestre. A instalação atende, hoje, a cerca de nove mil habitantes. A expectativa é de que, quando for concluída a ampliação, a ETE passe a beneficiar em torno de 15 mil moradores.

COMO FUNCIONA

Na primeira fase, o tratamento primário começa pelo sistema de gradeamento, caixa de areia e elevatória de esgoto bruto, que remove sólidos grosseiros que possam danificar equipamentos e obstruir tubulações.

Nas demais fases, o tratamento de tipo híbrido é feito em dois estágios. Primeiro o esgoto passa por um RAFA – Reator Anaeróbio de Fluxo Ascendente, que possibilita a separação dos gases resultantes do processo anaeróbio (gás carbônico e metano). Depois de tratado, o curso d’água é lançado no canal do Pilar que deságua na Baía de Guanabara.

As melhorias ambientais alcançadas com o sistema de tratamento implantado se somam às melhorias das condições de saúde da população anteriormente desassistida de infraestrutura, proporcionando melhor qualidade de vida dos moradores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: