fbpx

Casos de crianças com Covid-19 aumentaram quase 240% desde julho nos EUA

As infecções pelo novo coronavírus aumentaram “exponencialmente” entre as crianças nos Estados Unidos e agora respondem por quase 29% de todos as ocorrências relatadas no país, mostram novos dados publicados nesta segunda-feira (13) pela Academia Americana de Pediatria (AAP).

O número de casos semanais de Covid-19 nessa faixa etária relatado hoje é cerca de 240% maior em relação ao da semana de 22 a 29 de julho, quando a AAP contou 71.726 casos. Em 9 de setembro, quase 5,3 milhões de crianças tiveram teste positivo para Covid-19.

A AAP relatou 243.373 novos casos entre crianças na semana passada, um ligeiro declínio em relação à semana anterior, quando foram feitas 251.781 notificações – o maior número de casos nessa faixa etária em toda a pandemia.

“Depois de diminuir no início do verão, os casos de crianças aumentaram exponencialmente, com quase 500 mil nas últimas duas semanas”, disse a AAP em um comunicado.

Ainda assim, as elas têm muito menos probabilidade do que os adultos de sofrer doenças graves ou morrer de Covid-19. Entre os estados que relatam hospitalizações por idade, as crianças representam 1,6 a 4% dos pacientes hospitalizados pela doença.

Entre os estados que relatam óbitos por idade, as crianças respondem por, no máximo, 0,27% das mortes. Sete estados não relataram mortes de crianças. No domingo, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) relataram 523 mortes entre pessoas com menos de 18 anos nos Estados Unidos.

Os pré-adolescentes e adolescentes têm as taxas de vacinação de Covid-19 mais baixas no país. Crianças menores de 12 anos não podem ser vacinadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: