Carli é o único dos 18 reforços do Botafogo sem entrar em campo na temporada

Dos 18 reforços que o Botafogo contratou para a temporada 2021, apenas um ainda não entrou em campo. Quase três meses e meio após ser anunciado pelo clube, Joel Carli ainda busca os primeiros minutos com Marcelo Chamusca em seu retorno a General Severiano.

Na última atualização do Botafogo, o elenco contava com 32 atletas. Desses, além de Carli, apenas outros dois não atuaram: o zagueiro Lucas Mezenga, da base, foi relacionado pela primeira vez diante do Vitória, e o lateral-esquerdo Lucas Barros não vem sendo relacionado depois de uma cirurgia no joelho que o deixou fora da última temporada.

Reforços do Botafogo:

  • Goleiro: Douglas Borges;
  • Zagueiros: Gilvan e Joel Carli;
  • Laterais: Daniel Borges, Jonathan e Rafael Carioca;
  • Meio-campistas: Matheus Frizzo, Pedro Castro, Ricardinho, Luís Oyama, Felipe Ferreira, Marco Antonio e Barreto;
  • Atacantes: Chay, Diego Gonçalves, Marcinho, Rafael Moura e Ronald.
Carli em treino do Botafogo — Foto: Vitor Silva/Botafogo

Concorrência pesada

A explicação para a não utilização de Joel Carli está no momento do seu principal concorrente no elenco: Kanu. Em alta, o capitão do Botafogo só ficou fora de um dos 24 jogos do clube na temporada. Além da regularidade, a disciplina é um dos pontos fortes do zagueiro, que tomou apenas quatro cartões nas 23 partidas: três amarelos e um vermelho. A expulsão, inclusive, veio após os dois amarelos que recebeu diante do Flamengo, pelo Campeonato Carioca.

Como Carli é destro, Chamusca o enxerga como um substituto natural de Kanu, como revelou em exclusiva ao ge na última quarta-feira. O treinador, porém, não descarta escalar o defensor numa formação diferente da que vem utilizando, com três zagueiros.

– Quando o Gilvan teve um problema clínico, nós colocamos o Sousa, que era o substituto eventual do Gilvan. O Carli veio pra jogar mais pelo lado direito, na posição do Kanu, que é um jogador que tem jogado todos os jogos, que dificilmente apresenta fadiga, não toma muito cartão, joga bem posicionado. Quando a gente precisar, talvez até em algum momento a gente queira fechar um final de jogo, o Carli pode ser utilizado com três zagueiros – disse Chamusca.

Além da concorrência, a questão física atrasou Carli em seu retorno. A última vez em que atuou pelo Botafogo foi no dia 7 de março de 2020, na derrota por 3 a 0 para o Flamengo, pelo Campeonato Carioca. Já com a camisa do Aldosivi, da Argentina, ele jogou pela última vez em 14 de janeiro, no empate em 4 a 4 com o Defensa y Justicia, quando saiu lesionado após poucos minutos em campo.

A falta de ritmo e condicionamento exigiu paciência do departamento de preparação física do Botafogo, mas Carli evoluiu bem e está pronto para jogar. Além de Kanu, Chamusca já escalou outros três zagueiros na temporada: Marcelo Benevenuto, Gilvan e David Sousa. Com a saída deste último para o futebol belga, o clube está no mercado em busca de outro defensor – a ideia é trazer um jogador também destro, mas que jogue pelos dois lados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: