fbpx

Cariocas passam no teste e apresentam ‘passaporte de vacinação’ em primeiro dia de exigência

Máscara no rosto e comprovante na mão. Ou no celular. No primeiro dia da obrigatoriedade do passaporte de vacinação em clubes, academias, cinemas e estádios, boa parte dos cariocas já estava preparada – o decreto chegou a ser anunciado para o dia 1°, mas foi adiado em duas semanas. Outra parte, porém, foi pega no susto, e precisou baixar o aplicativo do ConecteSUS na porta do ambiente que desejava ingressar.

“Sorte que estava com pacote de dados e consegui fazer o download. Estava sabendo do passaporte, mas não sabia que era hoje”, admitiu Claudiano Borges, 35, frequentador de uma academia em Botafogo.

Na Quinta da Boavista, um grupo de cerca de 20 pessoas esperava para entrar no BioParque por volta das 8h30. Todos à postos, com os comprovantes embalados em saquinhos transparentes para não rasgar. “Somos da Favela Dois de Maio, perto do Jacarezinho, e reunimos um grupo de amigos para vir ao BioParque. Já sabíamos do passaporte, então todo mundo trouxe”, afirmou Ingrid Nogueira. O passeio em grupo é parte de um parceria com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente. Na entrada do BioParque, o visitante precisa apresentar a carteirinha junto com o ingresso.

Centros de treinamento, vilas olímpicas e clubes também estão entre os ambientes onde o comprovante é obrigatório. O centenário Sport Club Mackenzie, no Méier, fez uma campanha de informação aos sócios durante as duas últimas semanas, pelas redes sociais.”Estávamos preparados para o dia 1°. Desde então, já começamos uma campanha de informação. Pelas redes sociais do clube, pelo Whatsapp. Vamos ter problemas? Talvez sim. Mas é importante cobrar. Estamos fazendo nossa parte”, explica Nelson Cunha, gerente do clube e professor da escolinha de futebol de salão. No Jockey Club, na Gávea, Zona Sul do Rio, o certificado também está sendo cobrado na entrada.

Confira os locais que exigem vacinação:

– academias de ginástica, piscinas, centros de treinamento e de condicionamento físico e clubes sociais;
– vilas olímpicas, estádios e ginásios esportivos;
– cinemas, teatros, salas de concerto, salões de jogos, circos, recreação infantil e pistas de patinação;
– atividades de entretenimento, exceto quando expressamente vedadas;
– locais de visitação turísticas, museus, galerias e exposições de arte, aquário, parques de diversões, parques temáticos, parques aquáticos, apresentações e drive-in;
– conferências, convenções e feiras comerciais

A comprovação pode ser feita através da caderneta de vacinação em papel, dada no momento da vacinação em primeira dose, ou através do aplicativo ConecteSUS, que também mostra a carteirinha digital. Para acessá-lo, é necessário se cadastrar com o número de inscrição do SUS.

Não é obrigatório ter completado o esquema vacinal; é necessário ter recebido, pelo menos, a primeira dose, e mostrar que está no prazo de aguardar a aplicação da segunda.O ‘passaporte da vacina’ já é válido desde o dia 1º de setembro para cirurgias eletivas nos serviços públicos e privados de saúde e nas unidades assistenciais integrantes do Sistema Único de Saúde no município do Rio, assim como para a inclusão e a manutenção de todos os beneficiários no Programa de Transferência Condicionada de Renda do Município do Rio de Janeiro – cartão Família Carioca.

Como acessar o comprovante de vacinação

O certificado de vacinação digital pode ser obtido através do aplicativo Conecte SUS. O comprovante só é gerado quando a pessoa já completou a vacinação contra a covid-19, seja com imunizante de uma dose (da Janssen) ou de duas doses. Há duas formas de obtê-lo: pelo site ou pelo aplicativo do sistema.

Para criar uma conta é necessário se cadastrar. Em seguida, clicar no ícone de vacina e apertar em cima das doses administradas. O usuário deve seguir para o detalhamento das doses administradas e depois em certificado de vacinação. Então ficará disponível o comprovante da imunização, com todos os dados da pessoa, as doses das vacinas, com os lotes e um QR Code, que confirma a autenticidade do documento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: