21 de julho de 2024

TV Prefeito

Portal de notícias dos municípios com videos e entrevistas. Cobertura diária das cidades das regiões: Metropolitana, Serrana, Lagos, Norte, Noroeste, Médio Paraíba e Centro Sul do estado do Rio de Janeiro. O melhor da notícia está aqui.

Captação de coração para transplante é realizada pela primeira vez em Resende

Na manhã desta quinta-feira, dia 22, o que era apenas esperança de pessoas na fila de espera por um transplante de órgão começou a se tornar realidade no Hospital Municipal de Emergência Henrique Sérgio Grégori. Em um procedimento complexo e bem-sucedido, três órgãos foram recebidos de um doador, que foi a óbito na quarta-feira no HME. Graças à agilidade e preparo dos profissionais e do  hospital, houve a captação de um coração para transplante pela primeira vez na história em Resende.

 

O procedimento aconteceu no centro cirúrgico do HME após a autorização da família e o desejo outrora manifestado pelo paciente em vida. O doador e responsável pela nova vida de outros pacientes teve morte encefálica aos 37 anos. Ele deu entrada no HME com um quadro de AVC isquêmico extenso e evoluiu para morte encefálica. Na manhã desta quinta, uma equipe especializada do Rio de Janeiro, da equipe de transplantes, chegou para o procedimento, com auxílio dos profissionais do HME. Entre eles, um anestesista.

 

– A inédita doação de um coração só foi possível graças ao grande treinamento e investimento em tecnologia no hospital, como a utilização de eletroencefalo e ecocardiograma beira-leito para diagnosticar a morte encefálica. Com todos os documentos assinados, a equipe iniciou a captação por volta das 11h. A doação é um gesto de humanidade e amor ao próximo, que salva vidas diretamente. Parabenizamos todos os profissionais que fizeram parte desse processo e desejamos as condolências à família do doador, que infelizmente veio a óbito, mas parabenizamos a família pelo belo ato de amor ao próximo com a doação – disse o secretário de Saúde, Jayme Neto.

 

Como consequência do procedimento e do gesto de solidariedade, dois rins, um fígado e um coração foram retirados e destinados imediatamente aos pacientes compatíveis na fila de espera. Devido à capacidade de regeneração, o fígado pode ser compartilhado com duas pessoas.

 

– Pela primeira vez temos uma captação de coração no HME e é muito importante que a unidade tenha a agilidade e a competência para possibilitar isso, já que todo procedimento de captação, transporte e transplante, deve durar no máximo 4 horas. Quero parabenizar a família do doador pelo belo ato e a todos os profissionais envolvidos, tanto a equipe do Hospital de Emergência, quanto os do Programa Estadual de Transplante – disse o prefeito Diogo Balieiro Diniz.

 

A Guarda Municipal de Resende também contribuiu com o procedimento, escoltando o veículo na chegada e na saída da equipe. Após a captação no centro cirúrgico, os órgãos foram levados a um helicóptero do Governo do Estado, no aeroporto de Resende.

 

Como se tornar doador? 

De acordo com o Ministério da Saúde, para ser um doador, basta conversar com sua família sobre o seu desejo de ser doador e deixar claro que eles, os familiares, devem autorizar a doação de órgãos após o óbito. No Brasil, a doação de órgãos só é feita após a autorização familiar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *