fbpx

Caminhoneiros bloqueiam rodovias em 13 estados do país

Um dia depois das manifestações de sete de setembro contarem com apoio dos caminhoneiros apoiados pelo agronegócio, as estradas brasileiras começam a aparecer bloqueadas por parte destes manifestantes. Vias de pelo menos 13 estados estariam fechadas, em mais de uma centena de bloqueios, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Apesar da paralisação, a classe de caminhoneiros aparenta estar dividida em relação ao tema. O bloqueio deve causar o desabastecimento de itens básicos em todo o país, tal como aconteceu em 2018, quando outra greve que durou semanas causou desabastecimento e influenciou diretamente na inflação daquele ano.

A manobra conta com o apoio de representantes de empresas e entidades ligadas ao agro fiéis a Jair Bolsonaro, o que poderia indicar a formação não de greve ou paralisação, mas sim de locaute. A prática, quando praticada pelo empregador do grevista, é considerada ilegal pela Lei que regulamenta as greves no Brasil, e pode ser punida com prisão.

Nesta quarta-feira (8), senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), junto dos deputados Felipe Rigoni (PSB-ES) e Tabata Amaral (sem partido-SP), cobraram do Ministério da Justiça uma posição sobre o bloqueio de rodovias, antes e depois das manifestações depois do sete de setembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: