Câmara Técnica de Saneamento do CBHLSJ realiza inspeção em sistema de esgotamento sanitário

Inspeções foram realizadas nos municípios de Iguaba Grande, São Pedro da Aldeia e Cabo Frio, com o objetivo de avaliar possíveis vazamentos de esgoto
­A Câmara Técnica de Saneamento e Dragagem do Comitê de Bacia Hidrográfica Lagos São João (CBHLSJ) realizou, durante o mês de setembro, uma série de inspeções no sistema de esgotamento sanitário da região, operado pela concessionária Prolagos. As vistorias tiveram como objetivo apurar possíveis vazamentos de esgoto e colaborar para o aperfeiçoamento do sistema. No município de Iguaba Grande foram realizadas vistorias ao longo da orla da Lagoa de Araruama e em alguns pontos de captação. Foi constatado que as estações elevatórias estavam em pleno funcionamento. Em São Pedro da Aldeia houve inspeções em condomínios residenciais. Em um deles foi encontrado um problema que provoca o vazamento de efluentes quando chove, mesmo com rede separativa no local. Foram identificados, também, pontos de vazamento na Praia da Tereza. De acordo com o coordenador da Câmara Técnica de Saneamento e Dragagem do CBHLSJ, Arnaldo Villa Nova, a Prefeitura de São Pedro precisa melhorar seu sistema de drenagem, com a implantação de manilhas para evitar os vazamentos.
­­
­Em Cabo Frio foram identificados despejos irregulares na galeria pluvial no Cajueiro, na elevatória da Gamboa e no Jacaré. Segundo Arnaldo, a Prolagos informou ao Comitê Lagos São João que havia uma obstrução no interceptor que direciona o fluxo para a elevatória do Jacaré, e que o problema está sendo corrigido. “Somente conhecendo o trabalho de campo podemos avaliar e sugerir, com critério, as intervenções necessárias para melhorar o esgotamento sanitário em nossa região. Vale ressaltar o grande volume de águas coletadas e a grandiosidade do trabalho. São quilômetros de tubos coletores implantados, além de pontos com rede separativa. Se não fosse isso, a situação da região estaria em colapso, com a Lagoa de Araruama comprometida em sua totalidade, bem como as praias da região”, destacou Arnaldo Villa Nova. Ainda segundo o coordenador da CT Saneamento, é através desse trabalho de vistoria junto com a concessionária, poder público e sociedade civil, por meio da integração obtida através do Consórcio Intermunicipal Lagos São João (CILSJ), que é possível melhorar o saneamento para a proteção das praias e lagoas, garantindo o desenvolvimento econômico através das atividades turística, pesqueiras e imobiliárias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.