Cabo Frio estabelece novas restrições no combate ao coronavírus

Novas medidas de combate à disseminação do coronavírus foram anunciadas nesta segunda-feira (15) pelo prefeito de Cabo Frio, José Bonifácio, em entrevista coletiva na sede da Prefeitura. Na ocasião, o prefeito explicou os termos do Decreto Municipal 6.475/2021, que estabelece a atualização das medidas restritivas no município.

Entre as medidas estão a proibição de eventos, festas, passeios náuticos e da permanência de pessoas nas ruas entre as 23h e as 5h da manhã, exceto em trânsito. Também foram delimitadas restrições nas praias, no transporte de passageiros, nos serviços de hospedagem e no comércio em geral. Nas praias, por exemplo, não será permitida a colocação de mesa, cadeira e guarda-sol na areia. O objetivo é de que as praias fiquem abertas apenas para atividades físicas.

De acordo com o decreto, o descumprimento das medidas poderá resultar em advertências, apreensões ou interdição de estabelecimentos.

“Uma parte considerável da população está consciente e cumprindo as medidas necessárias. Mas, infelizmente, muitas pessoas não estão nem aí. Nesta semana tivemos diversos estabelecimentos interditados porque estavam com aglomerações. Então temos que jogar duro. A situação é muito grave, estamos falando de preservar vidas. Está morrendo gente toda hora. Esperamos que as medidas adotadas agora tenham o efeito esperado, porque, mais duro do que isso, só se a gente fechar a cidade, e não gostaríamos de precisar fazer isso”, declarou o prefeito.

 O prefeito José Bonifácio também anunciou a criação de um Comitê Executivo com poder de decisão sobre a tomada de novas medidas restritivas. O novo Comitê Executivo será composto por cinco secretários municipais, sendo presidido pelo secretário de Meio Ambiente, Juarez Lopes. O Comitê poderá estabelecer novas medidas, exceto o fechamento total da cidade, que, em caso de necessidade, será avaliado em reunião ampliada do Gabinete de Soluções contra a Covid-19.

Em relação ao transporte público, a circulação dos ônibus de linhas municipais terá que ocorrer apenas com passageiros sentados, sem o excedente de passageiros em pé. Já os meios de hospedagem terão que respeitar o limite de 50% da capacidade. Também foi anunciado o retorno de barreiras sanitárias nas entradas da cidade.

Nas repartições públicas municipais, o horário de atendimento será reduzido, das 9h às 16h. Com as novas medidas, apenas comércios considerados essenciais poderão funcionar em tempo integral. As demais categorias terão restrições de horário. O escalonamento dos horários de funcionamento das atividades econômicas tem o objetivo de evitar a superlotação no transporte público.

O prefeito também falou sobre a tentativa de aquisição de vacinas, além das recebidas pelo Governo Federal.

“Estamos integrando o consórcio da Frente Nacional dos Prefeitos para a compra conjunta de vacinas com outros municípios. Além disso, estamos conversando com o município de Maricá para a compra de vacinas em conjunto. Gostaríamos de comprar vacinas para os mais de 200 mil habitantes de uma só vez, mas, neste momento, estamos buscando a compra de 50 mil vacinas. Se for preciso destinar recursos de outras áreas para a compra de vacinas, pediremos compreensão, já que esta é a prioridade. Além disso, também iremos assinar um convênio com o município de Maricá para a transferência de pacientes, quando isso for necessário, e ainda estamos buscando um convênio semelhante com o município de Niterói”, explicou o prefeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: