fbpx

Bruno Fratus avança às semifinais do 50m livre nas Olimpíadas; Etiene é eliminada

Uma das principais esperanças de medalha do Brasil nas Olimpíadas, Bruno Fratus assegurou vaga na semifinal dos 50m livre na noite desta sexta-feira, em Tóquio. O nadador registrou 21s67, venceu a oitava bateria e passou como o quarto melhor nas eliminatórias. No feminino, Etiene Medeiros acabou eliminada na mesma distância.

O melhor tempo do dia ficou com o americano Caeleb Dressel. Favorito ao ouro, o velocista registrou 21s32 na décima e última bateria. O francês Florent Manaudou (21s65) e o grego Kristian Gkolomeev (21s66) também realizaram tempos melhores em comparação a Fratus.

Bruno Fratus registrou o quarto melhor tempo das eliminatórias — Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Bruno Fratus chegara a Tóquio com o 18º melhor tempo de 2021, com 21s71 registrados em 25 de junho, durante competição na Itália. A marca ainda é distante do melhor tempo da carreira do brasileiro, que já fez 21s27, tempo que deu a prata ao atleta no Mundial de 2017.

Bruno Fratus comemora classificação às semifinais dos 50m nado livre — Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Fratus retorna à piscina para a fase semifinal na noite desta sexta-feira, horário brasileiro. A primeira bateria começa às 23h11, enquanto a segunda às 21h16.

Os oito melhores tempos passam para a disputa de medalha, marcada para a noite do sábado, horário de Brasília. O pódio dos 50m livres será definido a partir das 22h30.

Ainda na janela desta sexta-feira, Etiene Medeiros acabou eliminada nos 50m livres feminino. A brasileira fez 25s45 e terminou na oitava colocação na décima bateria, que contou com quebra de recorde olímpico por parte da australiana Emma McKeon (24s02).

Etiene não consegue se classificar para a semifinal da natação feminina

– Para mim, o ciclo de dois anos para cá foi muito difícil. Consegui ser resiliente, ainda estou sendo. Mas estou feliz de estar aqui. 25s04 não é bom para uma competição deste nível, bem longe do que eu queria e do que esperavam. Mas estou feliz, estou passando por um processo muito forte para mim, então estar aqui está sendo um processo muito bom – declarou.

Guilherme Costa fica fora da final nos 1.500m

Último representante brasileiro individual nesta sexta-feira, Guilherme Costa ficou fora da final dos 1.500 m. O nadador brasileiro fez 15min01s18 na prova mais longa da competição e terminou com a sexta marca da série, a 13ª colocação no geral.

Revezamento 4×100 medley acaba desclassificado

Transição do costas para o peito gerou a eliminação do Brasil no revezamento — Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Na última prova da noite em Tóquio, a equipe brasileira de revezamento 4x100m medley acabou fora da decisão das Olimpíadas. O time formado por Guilherme Guido, Felipe Lima, Vinicius Lanza e Marcelo Chierighini acabou desclassificado depois de queimar na transição de costas para peito.

O Brasil havia chegado na quarta posição com 3min32s29, mesmo tempo dos Estados Unidos na primeira bateria. A equipe se classificara para a decisão, mas o fato de queimar a primeira transição resultou na eliminação antes da final.

– Tudo normal. Até depois da prova, vimos a desclassificação. Fiquei perguntando se alguém sentiu alguma coisa, mas todo mundo fez uma troca justa e dentro da segurança. Nadamos para classificar e ficamos surpreso com o resultado – declarou Felipe Lima.

– A gente veio para fazer essa final. Todos estavam conscientes em fazer as trocas seguras. Tomamos cuidado para não passar dos 15. Saímos da prova sem saber o que aconteceu – declarou Guilherme Guido depois da eliminação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: