fbpx

Brasil pode crescer 5% na economia, diz Bolsonaro em Bahrein

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), ao fazer um discurso na Câmara de Comércio Árabe-Brasileira em Bahrein, nesta terça-feira (16), disse que o Brasil pode apresentar crescimento de 5% em 2021.

Bolsonaro analisava a situação econômica do país antes e durante a pandemia de Covid-19 quando fez o comentário com a projeção.

“O Brasil foi um dos cinco países que melhor se comportou no combate ao vírus. Terminamos 2020 com mais pessoas com carteira assinada do que 2019. Estamos quase terminando [2021] com a possibilidade de crescer 5% na economia”, afirmou, atribuindo a previsão à equipe do ministro Paulo Guedes, da Economia.

Além disso, o presidente também afirmou que “nossa balança comercial é uma das que mais cresce em todo mundo” ao comentar sobre possíveis acordos entre o Brasil e o Bahren.

Segundo Priscila Yazbek, analista de economia da CNN, a projeção feita por Bolsonaro “está acima das previsões do mercado”, que reduziu as estimativas de crescimento para 4,88% em 2021 – com a possibilidade de atingir até 4,5%.

Isso faria com que o Brasil crescesse menos do que a média global, emergentes ou países avançados, de acordo com estimativas de órgãos internacionais como o Fundo Monetário Internacional (FMI).

Nesta terça, também foi publicada mais uma análise do Boletim Focus, do Banco Central (BC), que reúne a estimativa de mais de 100 instituições do mercado financeiro para os principais indicadores econômicos.

A análise traz a perspectiva a expectativa do mercado financeiro para o desempenho da atividade econômica em 2022 de avançar 0,93%. Essa é a primeira vez que o patamar fica abaixo de 1%

Por outro lado, as estimativas para a inflação deste e do próximo ano continuam subindo.

Para 2021, a previsão para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a inflação oficial do país, passou de 8,49% para 9,77% em um mês. No mesmo período, a expectativa para o IPCA em 2022 passou de 4,18% para 4,79%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: