fbpx

Bolsonaristas seguem na Esplanada e ameaçam invadir a pista que dá acesso ao STF

Um dia após os atos do 7 de Setembro, centenas de bolsonaristas permanecem na Esplanada dos Ministérios nesta segunda-feira, em meio a ameaças de tentar violar o bloqueio da Polícia Militar para ir até o prédio do Supremo Tribunal Federal (STF). Com suas camisas amarelas, eles carregavam faixas defendendo ações antidemocráticas, como intervenção militar, fechamento do Congresso e destituição de ministros do Supremo.

Mais cedo, com a chegada de um grupo formado por militares da reserva, assim se apresentaram, os ânimos se acirraram. Um desses veteranos discursou contra a Polícia Militar e afirmou que, se não deixassem os bolsonaristas atravessarem por bem o cerco feito pela PM que impedida o acesso ao prédio do STF, não se responsabilizava por ele.

Bolsonaristas próximos à grade que os impedem de acessar o STF

– Ontem, dois patriotas como nós apanharam da PM. O que é inaceitável. Isso não irá se repetir. Estamos aqui na paz, mas se nos impedirem… – disse um desses manifestantes, no alto de um carro de som.

Depois, outro colega amenizou e disse que não estavam ali para invadir nada, mas apenas para entregar um documento às autoridades dos Três Poderes.

Os militantes chegaram a ir para frente da grade e a PM precisou reforçar a segurança com mais homens.

Caminhões enfileirados no gramado em frente ao Congresso exibem faixas golpistas.

Bolsonaristas estacionam caminhões em frente ao Congresso Nacional
Bolsonaristas estacionam caminhões em frente ao Congresso Nacional

“Exigimos a imediata destituição de todos os ministros do STF e a criminalização do comunismo” – dizia uma faixa enorme num caminhão em frente do Congresso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: