fbpx

Bobadilla cresce como sombra de Fred no Fluminense e tem opção de compra de cerca de R$ 800 mil

Não é só Luiz Henrique que vem se destacando no ataque do Fluminense nos últimos jogos. Nas ausências de Fred, Bobadilla assumiu a bronca, tem se dado bem no pivô e marcou três gols nos últimos seis jogos (sendo só dois como titular). Inclusive, desde a efetivação de Marcão ele passou à frente do uruguaio Abel Hernández como substituto imediato do ídolo tricolor. E é bom o camisa 9 abrir o olho, porque os números do paraguaio fazem a sombra crescer sobre o titular.

Bobadilla marcou gols em todos os jogos em que foi titular — Foto: Mailson Santana / Fluminense FC

Fred ainda é disparado o artilheiro do Fluminense na temporada com 17 gols em 35 jogos, enquanto Bobadilla fez quatro em 20 partidas. Mas em termos de eficiência por tempo em campo, o paraguaio foi quem menos jogou e é quem mais leva vantagem entre os principais concorrentes ao posto de centroavante: ele tem média de uma finalização a cada 33 minutos (quatro minutos menos que Abel e 14 que Fred) e de um gol a cada 150 minutos (quatro minutos menos que Fred e 23 que Abel).

Fred

  • Minutos: 2.617
  • Finalizações: 55 (1 a cada 47 minutos)
  • Gols: 17 (1 a cada 154 minutos)
Fred é o artilheiro do Flu na temporada com 17 gols — Foto: Lucas Merçon / Fluminense FC

Abel Hernández

  • Minutos: 1.215
  • Finalizações: 33 (1 a cada 37 minutos)
  • Gols: 7 (1 a cada 173 minutos)
Abel Hernández fez sete gols antes de "perder o lugar na fila" — Foto: Mailson Santana / Fluminense FC

Bobadilla

  • Minutos: 601
  • Finalizações: 18 (1 a cada 33 minutos)
  • Gols: 4 (1 a cada 150 minutos)
Bobadilla marcou três vezes nos últimos seis jogos — Foto: Lucas Merçon / Fluminense FC

Apesar do bom momento, Bobadilla ainda tem futuro incerto nas Laranjeiras. Emprestado pelo Guaraní, do Paraguai, até dezembro, o centroavante por enquanto não foi procurado para conversar sobre 2022 e chegou a postar em suas redes sociais um vídeo da torcida no Maracanã, dizendo que não gostaria de ir embora sem jogar com os tricolores no estádio. Em sua última coletiva, o presidente Mário Bittencourt avisou que o clube só vai definir a situação dos jogadores do elenco que ficam sem vínculo no fim do ano após o Brasileirão.

Se decidir ficar com Bobadilla, o Fluminense não precisará abrir uma negociação, uma vez que tem no contrato uma opção de compra. ge apurou que o valor é de aproximadamente U$ 150 mil dólares (cerca de R$ 790 mil na cotação atual). Para contratá-lo no início da temporada, o Tricolor pagou quase a mesma quantia, por volta de U$ 100 mil dólares (R$ 500 mil).

Luiz Henrique e Bobadilla têm se entendido bem em campo — Foto: Mailson Santana / Fluminense FC

Argentino naturalizado paraguaio, Bobadilla tem 34 anos e vive sua primeira experiência no futebol brasileiro. Além do Guaraní, do Paraguai, o centroavante também tem passagens por River Plate e Argentino Juniors na Argentina, por Young Boys e Basel na Súiça e por Borussia Mönchengladbach e Augsburg no futebol alemão. E uma curiosidade no Fluminense é que ele só tem três jogos como titular, mas em todos que começou jogando fez gols.

Os jogadores do Fluminense se reapresentaram na última quarta-feira, no CT Carlos Castilho, e voltam a campo no domingo, quando recebem o Bragantino às 16h (de Brasília) no Maracanã. A tendência é que Fred retorne ao time titular após cumprir suspensão contra o Cuiabá, com isso Bobadilla volta a ser opção no banco. O Tricolor é o oitavo colocado do Brasileirão com 29 pontos, a um do G-6.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: