Bitcoin apresenta queda brusca e chega a valor pré-Tesla, mas se recupera

Pelo 5º dia seguido o Bitcoin apresenta queda e chega ao menor valor em 3 meses. Nesta 4ª feira (19.mai.2021) a moeda caiu 30% na cotação e chegou a ser negociada por US$ 30.000.

Sites especializados, como o Euronews, atribuem a origem da queda a nova legislação da China, que impede as instituições bancárias de usar criptomoedas para efetuar pagamentos.

Outro fator é o anuncio feito por Elon Musk de que a Tesla deixará de aceitar a moeda virtual como forma de pagamento para os carros elétricos da empresa.

Com o investimento feito pela Tesla no início de fevereiro, a moeda chegou a ser negociada por US$ 65.000 em abril. Outras moedas digitais também foram atingidas por quedas bruscas, como o Ethereum, que teve queda de 16% e a DogeCoin, com 40%.

A cotação retornou ao patamar anterior ao anúncio da empresa estadunidense de que havia investido US$ 1,5 bilhão em bitcoins, o que fez o preço disparar.

Segundo informações da Valor Investe, a Binance, uma das principais bolsas de moedas digitais do mundo, chegou a interromper as negociações da Ethereum por conta do grande volume de vendas. O site CoinTraderMonitor registrou que o mercado de criptomoedas brasileiro movimentou mais de R$ 1 bilhão nesta 4ª feira (19.mai).

Por volta de 12h no horário de Brasília, a moeda teve uma recuperação parcial e voltou a ser negociada por cerca de US$ 37.000. Com o desempenho recente, o bitcoin acumula cerca de 35% em desvalorização no mês de maio. No período, o valor de mercado do bitcoin como um todo já caiu mais de US$ 365 bilhões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: