Bayern promete fazer jogo duro e não pensa em liberar Lewandowski antes do fim do contrato

Robert Lewandowski já manifestou publicamente o seu desejo de ir embora do Bayern de MuniqueMas essa possível saída promete ser difícil. Essa é a leitura das declarações feitas pela diretoria do clube durante a comemoração do título da Bundesliga, neste domingo, na praça Marienplatz, em Munique.

— Ele tem contrato até 2023. Ele vai cumprir o contrato dele. Basta! — declarou o CEO do Bayern, o ex-goleiro Oliver Kahn, ao ser entrevistado por emissoras da região da Baviera.

No dia anterior, após o empate do Bayern com o Wolfsburg, Lewandowski disse que pode ter feito a sua última partida pelo time. Ele está no clube desde julho de 2014 e tem contrato vigente até junho de 2023. O atacante não vai renovar o vínculo e disse esperar bom acordo acordo para todos.

— Qualquer um que fizer um contrato com o Bayern de Munique precisa saber o que faz — comentou Kahn.

De acordo com a revista “Kicker”, o clube pretendia estender o contrato com o polonês até 2024, como fizera com Thomas Müller e Manuel Neuer. Lewandowski queria um termo mais longo.

Quem também se manifestou sobre o assunto durante a festa foi o presidente de honra do Bayern, Uli Hoeness. O dirigente mostrou confiança de que Lewandowski vai cumprir o último ano de contrato.

— Minha opinião é: você não dá de graça. Ele é um profissional. Ele estava em Dortmund, sabia que iria para o Bayern de Munique, e mesmo assim fez uma temporada excelente por lá. É por isso que tenho 100% de certeza que ele vai jogar pelo Bayern na temporada que vem — disse.

Hoeness também evitou falar em possível substituto: “Nós tivemos uma temporada boa com ele. É claro: se trata de dinheiro, nada mais.”

Eleito pela Fifa como o melhor jogador do mundo em 2020 e 2021, Robert Lewandowski fez até hoje 375 jogos pelo Bayern de Munique e marcou 344 gols. Ele soma 46 partidas e 50 gols na atual temporada pela equipe.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.