Barroso rebate ameaças de Bolsonaro e promete realização das eleições em 2022: ‘Eu garanto’

Chamado de “idiota” e “imbecil” por Jair Bolsonaro (sem partido), o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, rebateu ameaças do presidente às instituições e prometeu que haverá eleições em 2022.

“Eleição vai haver, eu garanto”, disse o ministro ao colunista Josias de Souza, do UOL. Sobre os ataques de Bolsonaro, Barroso disse; “Eu não paro para bater boca”.

Na manhã desta sexta-feira, 9, Bolsonaro voltou alegar que houve fraude na eleição de Dilma Rousseff em 2014. Novamente, o presidente não apresentou provas ou evidências de sua afirmação.

Ele disse, também, que as pesquisas de intenção que mostram Lula (PT) liderando a disputa também são fraudadas “para ser confirmado o voto fraudado no TSE”. 

A Proposta de Emenda à Constituição que tramita na Câmara dos Deputados sobre a implementação do voto impresso tem alta rejeição e indica não aprovação. Até o momento, 11 partidos se manifestaram de maneira contrária à pauta defendida pelo chefe do Executivo.Os professores da Faculdade de Direito da UERJ se solidarizam com Barroso, professor titular de direito constitucional desta Casa, em relação aos ataques injustos, irresponsáveis e em linguagem indigna, do presidente da República, em relação à conduta do magistrado na presidência do TSE na defesa da lisura do processo eleitoral pela urna eletrônica.

“E, nesta oportunidade, reafirmamos nosso compromisso inabalável com a democracia, com o Estado Democrático de Direito e com um processo eleitoral que seja conduzido com transparência, como até aqui tem sido verificado, e com a segurança de que todos os candidatos, inclusive os que vierem a ser derrotados, se curvarão à decisão soberana do povo brasileiro.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: