Barroso arquiva inquéritos contra Bolsonaro por supostas irregularidades na Petrobras

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), arquivou dois pedidos de abertura de inquérito contra o presidente Jair Bolsonaro (PL) por supostas irregularidades envolvendo a estatal brasileira Petrobras.

O magistrado afirmou que tomou a decisão de arquivar as petições, na terça-feira (29), a partir de posicionamento da Procuradoria-Geral da República (PGR).

“A Procuradoria-Geral da República, em sua manifestação, aponta que ‘não há mínimo elemento a sustentar a existência de ilícito penal e, consequentemente, a viabilizar a tramitação da presente petição’”, afirma o ministro na decisão.

As petições apontavam as possíveis práticas de prevaricação, corrupção passiva ou peculato, condescendência criminosa, violação de sigilo funcional, entre outros possíveis crimes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.