Barra do Piraí é apontada como melhor cidade para investir em agropecuária na região

06_01_Barra_do_Pira______apontada_como_melhor_cidade_para_investir_na_agropecu__ria_da_regi__o_foto.jpgPesquisa realizada, anualmente, pela consultoria Urban Systems, para a revista Exame, e divulgada para o grande público, apontou as 100 melhores cidades brasileiras para se investir na agropecuária. E Barra do Piraí aparece na 58ª colocação no país; é a sexta no estado e a primeira na região Sul Fluminense.

Os números, segundo a revista, se referem a 2020 e são baseados em fatores como empregos no setor com média e alta remuneração, crescimento e elevação da produtividade da produção da lavoura permanente, crescimento e produtividade da produção da lavoura temporária, crescimento da produção pecuária, crescimento das exportações e empregos como um todo no setor.

De acordo com os dados, a primeira colocação do ranking fica com Juazeiro (BA), com potencial para agricultura irrigada, com destaque para a fruticultura. Em segundo está Petrolina (PE), e, em terceiro, Brusque (SC). O estado do Rio de Janeiro aparece com 11 municípios, com destaque para Duque de Caxias, que é a primeira colocada, seguida por Petrópolis, Nova Friburgo, Campos dos Goytaquazes, São Gonçalo e Barra do Piraí.

Para o prefeito de Barra do Piraí, Mario Esteves, o destaque se deve por conta, principalmente, das “condições logísticas e segurança política e jurídica em que o município vive”.

 

“Primeiro, Barra do Piraí reúne todas as condições de logística – como estradas, indústrias de transformação do setor agro, como Vigor e Landim; proximidade a um grande mercado, que é conhecido como o sexto ‘estômago’ do mundo, que é o Rio de Janeiro. Depois, que a segurança política e jurídica que o município vive também favoreceu a este índice superar muitas cidades. E, não podemos nos esquecer que, a a fertilidade dos solos e tradição agropecuária, desde o ciclo do café, também foram fatores fundamentais”, comemora o chefe do Executivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: