“Atuação clara em favor de madeireiros”, diz delegado da PF sobre Salles

O ex-superintendente da Polícia Federal no Amazonas, Alexandre Saraiva, declarou que o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, atua de forma “claríssima e inédita” em favor de madeireiros. O delegado participou do programa Roda Viva, da TV Cultura, na noite desta 2ª feira (7.jun.2021).

“Sim [foi a primeira vez que um ministro me pressionou em favor de madeireiros]. E isso, eu posso dizer com tranquilidade porque foi gerado um vídeo por ele mesmo em que ele confessava o que estava fazendo. Então, a atuação dele é claríssima e inédita. Isso aí, fora de dúvida. Isso [a pressão de ministro] nunca aconteceu [comigo], afirmou o delegado.

Saraiva foi retirado da superintendência pelo governo Bolsonaro após enviar uma notícia-crime ao STF (Supremo Tribunal Federal), em abril, contra Salles e o senador Telmário Mota (Pros-RR). Segundo o delegado, Salles atuou para obstruir uma investigação que culminou em apreensão histórica de madeira ilegal.

Seriam três delitos cometidos pelo ministro:

  • dificultar a ação fiscalizadora do poder público no meio ambiente;
  • exercer advocacia administrativa;
  • integrar organização criminosa.

A notícia-crime assinada por Saraiva diz ainda que o ministro “patrocina diretamente interesses privados e ilegítimos perante a administração pública”. Leia a íntegra (2,6 MB).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: